Publicidade
Manaus
CRIOU HISTÓRIA

Criança de 4 anos encontrada no Viver Melhor 'criou' história sobre mãe assassinada, diz delegada

A mãe da criança compareceu nesta tarde e alegou na delegacia que a filha costuma fugir quando é contrariada e que já contou a história da 'mãe assassinada' outras vezes 01/08/2017 às 17:45 - Atualizado em 01/08/2017 às 18:11
Show dfsd
Delegada Juliana Tuma desmentiu a criança (Foto: Antonio Lima)
Fábio Oliveira Manaus (AM)

A delegada Juliana Tuma, titular da Delegacia Especializada em Proteção a Criança e ao Adolescente (Depca) esclareceu na tarde desta terça-feira que a criança de 4 anos encontrada no Viver Melhor, Zona Norte, não teve a mãe morta por assassinos.

A genitora da criança compareceu nesta tarde e alegou na Delegacia que a filha costuma fugir quando é contrariada e que já contou a história da "mãe assassinada" outras vezes. A mãe acredita que a filha possui problemas psiquiátricos.

Segundo a delegada, a criança chegou a Delegacia na companhia de militares da 26ª Companhia Interativa Comunitária. Ela foi atendida por psicólogos da unidade policial e recebeu todo a assistência. A mesma deve ser entregue para a mãe.

A menina foi resgatada na tarde de hoje por policiais civis que acreditaram na história contada por ela. O capitão Alberto Neto, da Força Tática, chegou a publicar um vídeo divulgando em suas redes sociais a situação da criança, a qual dizia não saber onde estavam seus outros familiares.

Publicidade
Publicidade