Publicidade
Manaus
Manaus

Criança vítima de colisão de lanchas teve traumatismo craniano e está na UTI

Acidente ocorreu na manhã desta terça-feira (21) no Rio Negro nas proximidades da comunidade Livramento, na Zona Rural de Manaus 21/07/2015 às 20:58
Show 1
Alexandre Mendes Vilas Boas iria levar os filhos para conhecer a comunidade onde pretendia comprar uma casa
Kamyla Gomes Manaus (AM)

Pelo menos seis pessoas, dentre elas duas crianças, ficaram feridas após uma colisão envolvendo uma embarcação de passeio e outra escolar no Rio Negro, na manhã desta terça-feira (21), por volta de 11h, na Comunidade do Livramento, na Zona Rural de Manaus. Uma das crianças teve traumatismo craniano e está na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

As duas embarcações, uma de transporte escolar e outras Associação dos Comunitários da Nossa Senhora de Fátima, se chocaram no meio do rio. A bordo da lancha escolar encontravam-se 18 alunos da Escola Municipal São José I e o condutor. Na embarcação da cooperativa estavam 10 passageiros e um condutor.

Um dos passageiros que estava na lancha da associação, que é pai das duas crianças feridas no acidente, afirma que lancha foi atingida pela embarcação escolar. “O barco escolar bateu lateral do barco que estávamos e vinha em alta velocidade. Meus filhos, uma moça de aproximadamente 20 anos e outro senhor também ficaram feridos”, relatou o motorista de carretas Alexandre Mendes Vilas Boas, de 44 anos.

Alexandre Mendes disse que seus filhos - Aline Vilas Boas, de 9 anos, e Alexander Vilas Boas, de 7 anos - ficaram bastante feridos. “Meu filho já recebeu alta depois de passar o dia todo na observação, ficou bastante machucado no rosto e braços, apenas minha filha que está na UTI. Somente amanhã (22) de manhã teremos informações sobre estado de saúde dela”, lamentou.

“No momento do susto, meus dois filhos ficaram desacordados. Ela sofreu traumatismo craniano. Nós estávamos a passeio.Íamos visitar um amigo para comprar uma casa na comunidade do Livramento e levei as crianças para conhecer. Infelizmente aconteceu essa fatalidade”, disse.

As crianças foram conduzias pelo Serviço Móvel de Urgência (SAMU) para o Pronto-Socorro Joãozinho, na Zona Leste. As demais vítimas foram encaminhadas para o Serviço de Pronto Atendimento (SPA) Joventina Dias, no bairro Compensa, Zona Oeste.

Conforme nota da Marinha do Brasil, na lancha escolar encontravam-se 18 alunos da Escola Municipal São José I e o condutor. Na embarcação da cooperativa estavam 10 passageiros e um condutor.

Segundo a Marinha, uma equipe de Inspeção Naval da CFAOC esteve no local para iniciar os procedimentos para abertura do Inquérito Administrativo sobre Fatos da Navegação (IAFN) que irá  apurar as causas e responsabilidades pelo acidente.

Publicidade
Publicidade