Publicidade
Manaus
Para a meninada!

Crianças atendidas na Fundação Hemoam ganham espaço recreativo revitalizado

Ele funciona no térreo da instituição e é destinado às crianças com leucemia e outras doenças do sangue 20/12/2016 às 17:31 - Atualizado em 20/12/2016 às 18:21
Show criancashemoam1
Crianças se divertiram à valer na área destinada especialmente para elas / Fotos: Winnetou Almeida
Paulo André Nunes Manaus (AM)

Não se pode esquecer que criança é criança até dentro das unidades hospitalares. Colocando em prática essa máxima, a direção da Fundação Hospitalar de Hematologia e Hemoterapia do Amazonas (Hemoam) inaugurou na manhã de ontem um novo Espaço de Recreação Infantil que substitui o antigo existente no local.

Ele funciona no Bloco “E”, no térreo da sede da Fundação Hemoam, localizada na avenida Constantino Nery, 4.397, Chapada, Zona Centro-Sul, e é destinado às crianças com leucemia e outras doenças do sangue. O espaço é dotado de três casinhas e um balanço. Posteriormente, terá até brinquedos dentro das casas de pequeno porte.

A construção do local só foi possível pela parceria que a Fundação Hemoam tem com o Grupo de Apoio à Criança com Câncer (GACC), que intermediou apoio junto ao Instituto Ronald McDonald, que por sua vez dedicou um aporte de R$ 35 mil para a execução da obra em um prazo de 30 dias.

“Isso para a criança é importante pois ela não vem só para o hospital sentar na cadeira e ficar esperando 1 hora, 2 horas para ser atendida. Mas, além de outras ações que nós fazemos, elas têm a oportunidade de no parquinho brincar, em uma área adequada, higiênica, mais confortável para elas”, disse o médico Rodrigo Leitão, presidente em exercício da Fundação Hemoam.

Opiniões
Os pequenos e seus pais gostaram da novidade do Hemoam. A estudante Liriel Assunção de Almeida, de 9 anos, estava nesta manhã no Hemoam junto com seu pai, o padeiro Flávio Gomes de Almeida, 53. Ela disse ter gostado muito do novo espaço. “Achei tudo muito legal, principalmente do balanço”, contou a menina, comendo doce e tomando suco.

Para Alessandra Lobo da Silva, 22, mãe de Douglas Cauê, de 1 ano e 6 meses, a nova área só tende a trazer alegria para as crianças que precisam se distrair antes do atendimento na fundação. “Achei legal este espaço que inauguram aqui na fundação. Antes era desgastado, e agora está bonito”, disse ela, moradora da Praça 14 de Janeiro, na Zona Sul da cidade.

Blog - Alessandra L. da Silva, mãe de Douglas Cauê, 1 ano e 6 meses
Achei legal esse espaço que inauguraram aqui na fundação. Antes tinha, mas estava desgastado e agora está bonito. Meu filho Douglas Cauê já foi na casinha e agora está brincando no balanço. Descobrimos recentemente que ele, que tem 1 ano e 6 meses, é portador de hemofilia A. Meu irmão já tinha e o sobrinho do Cauê, o Natanael , de 7 anos, também tem. Abraçamos ele com carinho porquê não podemos abandoná-lo. Ele começou o tratamento de profilaxia A hoje (ontem) aqui no Hemoam e a minha expectativa para a sua recuperação é positiva pois o pessoal do Hemoam nos apoia.

GACC quer bem mais em 2017
Importantes entidades  de apoio à causa infantil estiveram presentes ao   Hemoam, como o GACC, Sangue Nativo e Raio de Sol. Pelo GACC, a presidente e voluntária Jaqueline Santos comentou que, neste ano, através da parceria com o Hemoam, o GACC investiu um total de R$ 150 mil, além da revitalização do espaço kids, também no custeio de uma profissional médica e um apoio para a enfermaria, com aparelhos de TV, videogame, pijaminhas, divisórias que foram reformadas. “E, em 2017, graças à campanha do Instituto Ronald MCDonald, e também com o aporte do caixa do GACC, cuja arrecadação vem através do nosso Call Center (3659-5000), temos projetado aplicar R$ 300 mil”, disse a voluntária.

A dirigente comentou que um dos projetos  que o GACC vai aplicar em parceria com o Hemoam, provavelmente a partir de  junho, é o voltado para o apoio ao diagnóstico precoce das crianças que estão submetendo a exames de hemograma no interior, iniciando por Itacoatiara e Coari.

A sede do GACC fica na avenida Domingos Jorge Velho, no Dom Pedro 1, Zona Centro-Oeste, funcionando de segunda a sexta de 8h às 17h.  Você pode acompanhar o GACC via instagram @gaccamazonas e no face GACC Amazonas. “Temos o projeto da nota fiscal eletrônica onde você pode acessar o site da Sefaz e cadastrar o GACC como sua instituição preferida. Essa é uma renda que têm nos ajudado muito”, destaca Jaqueline  Santos.

Estoque de sangue é crítico, informa a instituição de saúde
O Hemoam está convocando, em caráter de urgência, doadores voluntários para atender ao estoque de fim de ano. Neste período de final de ano, as unidades de saúde costumam aumentar suas necessidades tendo em vista as festas de fim de ano. O estoque de sangue está em situação crítica, informa a instituição.

Além do próprio Hemoam, na avenida Constantino Nery, com atendimento de segunda a sábado das 7h às 18h, outro local de coleta de sangue é a Maternidade Ana Braga, localizada na alameda Cosme Ferreira, de segunda à sexta das 8h até 13h30min.

“Aproveito a oportunidade para pedir aos doadores que já são fidelizados, que já fazem uma doação regular, que venham ao Hemoam para nos ajudar a manter o estoque regular. E para aqueles que nunca doaram que venham também fazer”, disse o presidente em exercício Rodrigo Leitão.

“’Dê ao seu amigo oculto uma bolsa de sangue’’, destacou a doutora Socorro Viga, gerente do Ciclo de Sangue. 

A Fundação Hemoam informa que haverá expediente nos dias 24 (sábado)  e 31 (sábado) no horário das 7h às 12h.  Para mais informações acessewww.hemoam.am.gov.br ou ligue para 3655-0140 / 0166.

O Hemoam atende, mensalmente, cerca de 10 mil pessoas, entre primeira vez de atendimentos e retornos. Metade desse público é de crianças, informa a direção da instituição.

Hospital do Sangue
Seguem paralisadas, e com apenas 30% das obras feitas, a construção do novo Hospital do Sangue. A estrutura está localizada em anexo ao próprio Femoam. “Por enquanto as obras estão paradas por questões administrativas e burocráticas , mas estamos tomando providências e acreditamos que ano que vem elas serão retomadas. E continuamos com a campanha de arrecadação”, diz Leitão.

Publicidade
Publicidade