Sexta-feira, 24 de Maio de 2019
precaução

Curso de Biotecnologia da Ufam suspende aulas por medo de fugitivos

Coordenadora do curso disse que medida foi tomada porque alunos ouviram que presos foragidos foram recapturados na mata da universidade



UFAM123.JPG
Medida vai afetar 100 alunos do curso de Biotecnologia, conforme a coordenadora (Foto: AC)
04/01/2017 às 18:58

Alegando a intenção de assegurar a integridade física dos alunos, a coordenadora do curso de Biotecnologia da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), Daniele Aparecida Matoso, suspendeu as aulas dos dias 5 e 6 de janeiro, em razão da rebelião no Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj) que resultou na morte de pelo menos 60 presos e na fuga de quase duas centenas de detentos.

A coordenadora afirmou ter sido procurada por um aluno na tarde desta quarta-feira, 4, informando que os demais estudantes não iriam para a aula por se sentirem inseguros dentro da Universidade. “Circulou a informação de foragidos que teriam sido recapturados dentro da mata da Ufam, daí o medo dos alunos. O recesso da universidade termina hoje e amanhã já deveria ter aula normal, mas como fui procurada, decidi suspender as aulas destes dois dias, mas é uma medida do curso de Biotecnologia”, declarou Daniele. Segundo a coordenadora, o Curso de Biotecnologia da Ufam possui mais de 100 alunos.

Procurada pela reportagem para explicar se essa será uma medida de segurança adotada por toda a Universidade, a reitora da Ufam, professora Márcia Perales, não atendeu as ligações, nem respondeu as mensagens encaminhadas via WhatsApp, no telefone 9 91xxxx74. A assessoria de comunicação da Ufam foi questionada por telefone e via email, mas até a publicação desta matéria, não respondeu aos questionamentos.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.