Publicidade
Manaus
Manaus

Curso de medicina da Universidade Nilton Lins é reprovado pelo MEC

Com nota 1 no Enade e 2 no Conceito Preliminar de Curso em 2013, a vice-reitora da instituição justifica o boicote dos alunos de medicina à prova do Enade como possível causa da má avaliação  07/01/2015 às 02:53
Show 1
Laboratório dos alunos de medicina da Universidada Nilton Lins, em Manaus
Cynthia Blink Manaus (AM)

O desempenho do curso de medicina da Universidade Nilton Lins foi considerado insatisfatório pelo Ministério da Educação (MEC) após receber nota 2 no Conceito Preliminar de Curso (CPC), conforme é possível verificar no documento divulgado quinta-feira, 18, no Diário Oficial da União (Clique aqui para acessar).

O CPC é o indicador que avalia o desempenho no Enade, a titulação do corpo docente e a infraestrutura da instituição de ensino, com nota mínima de 1 e máxima de 5. Os cursos que recebem até 2 pontos devem prestar esclarecimentos e receber uma vistoria do MEC.

A vice-reitora da Universidade Nilton Lins, Carla Pedrosa, afirma que a instituição está aguardando o relatório do MEC. "Quando tivermos o relatório poderemos saber com mais detalhes o que aconteceu. Mas estamos muito tranquilos e temos certeza que após o MEC vistoriar a Universidade, nossa nota no CPC deve subir para 3 ou 4 pontos", garante.

Justificativa

A vice-reitora lembra que na época em que os alunos se submeteram ao Enade foi durante o mesmo período que o governo federal aprovou o programa Mais Médicos e os estudantes da instituição prometeram durante uma manifestão contra o programa que boicotariam a prova do Enade, na qual receberam a nota mínima de 1 ponto, em 2013. "Não posso confirmar que os alunos cumpriram o que prometeram e tiraram notas baixas como forma de protesto, somente quando tivermos com o relário será possível saber o que gerou essa nota", esclarece Pedrosa.

Para a reitora da Universidade Nilton Lins, Gisele Lins, essa nota não representa a realiade do curso atualmente. "Essa avaliação foi feita há um ano e nós estávamos no meio do processo de mudanças para aprimorar o desempenho do curso. Essa nota não reflete a realidade do curso hoje”, assegura.

Mensalidade

Segundo informou a vice-reitora, o valor da mensalidade na Universidade Nilton Lins varia de acordo com o período em que o estudante estiver, oscila entre R$ 5,500 à R$ 6000

Ufam e UEA

Na mesma avaliação o curso de medicina da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) recebeu nota 3 no CPC e foi classificada no grupo regular, já no Enad a nota caiu de 4, em 2010, para 3 em 2013. Apesar do resultado do Enad, o diretor do curso de medicina da Ufam comemora a nota. "Permanecemos como a melhor faculdade de medicina do Norte do país e estamos longe da situação em que ficamos em 2007, quando o curso tinha o risco até de ser fechado", comemora o professor Dirceu Benedicto Ferreira.

Já a nota do curso de medicina da Universidade Estadual do Amazonas (UEA) não foi divulgada.

Odontologia

O curso de odologia também foi um dos avaliados. No Amazonas, a Universidade Paulista (UNIP) recebeu nota de excelência 4, no CPC. Já a Universidade Nilton Lins, a Universidade do Norte (Uninorte) e a Faculdade do Amazonas e a Universidade do Estado do Amazonas receberam nota regular 3. Uma graduação do Amazonas recebeu nota insatisfatória, 2, a Faculdade de Odontologia de Manaus.


Publicidade
Publicidade