Quinta-feira, 20 de Junho de 2019
OFÍCIO

Curso gratuito de lutheria básica está com inscrições abertas

Os interessados em participar devem efetuar suas inscrições pelo site da Oela até o dia 8 e maio. Os candidatos devem ter entre 18 e 30 anos.



lutheria_814002D8-6167-4DCD-9500-FA0B908D33A0.JPG
03/05/2019 às 15:11

Com o apoio da Brazil Foundation, o Curso Básico de Lutheria, que transformou a Oficina Escola de Lutheria da Amazônia (OELA) em uma organização reconhecida internacionalmente, está de volta. Os interessados em participar devem efetuar suas inscrições pelo site da OELA (oela.org.br) até o dia 8 de  maio. As aulas serão ministradas de segunda a sexta em turmas pela manhã (8h às 12h) e pela tarde (13h às 17h). A duração é de um ano. As inscrições e o curso são gratuitos.

Os candidatos devem ter entre 18 e 30 anos. Após a fase de inscrição, os selecionados serão encaminhados para uma entrevista com especialistas em Lutheria.

Para o fundador da Oficina Escola de Lutheria da Amazônia, Rubens Gomes, o retorno do curso traz uma emoção diferente. “É especial porque foi onde começou todo este trabalho, ainda em 1998. É uma marca nossa. Este curso foi o que fez a OELA se tornar conhecida internacionalmente”, lembra Rubens.

O reconhecimento não é por acaso. Além do trabalho social desenvolvido, a organização também inovou ao criar instrumentos com madeiras amazônicas com certificação FSC© de cadeia de custódia.

Além da preocupação ambiental, os instrumentos, que foram produzidos de forma artesanal - o que lhes confere um caráter único -, acabaram caindo no gosto de especialistas no assunto. Hoje os instrumentos produzidos são utilizados por artistas renomados em vários países do mundo.

Ensinamento

O curso básico de Lutheria será comandado pelo professor Gean dos Santos Dantas, 40. Ele foi um dos primeiros alunos da OELA e agora, retorna para transmitir o que aprendeu.

“Comecei no início da OELA. Na época me interessei pela arte de construir um instrumento, então comecei a estudar a fabricação, todos os processos. De estudante passei a ensinar lutheria. E eu aprendi de graça, por isso tinha muita vontade de voltar para poder ensinar o que aprendi”, conta.

No que diz respeito ao mercado de trabalho, Gean garante não falta serviço para quem é luthier. “É uma profissão muito bonita. É uma mistura de ciência e arte, porque construímos um instrumento musical a partir de madeiras que seriam até descartadas. E hoje o mercado é muito bom para quem é luthier. Pode ter certeza que serviço não vai faltar”, finaliza.

Receba Novidades

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.