Quinta-feira, 02 de Dezembro de 2021
Curso de ouro

Cursos EAD e presencial na Câmara Municipal vão custar quase R$ 6 milhões

A Assembleia Legislativa de Roraima pagou matade do preço pelo mesmo serviço. Cada hora-aula custará R$ 720



show_d532020e-d841-47d3-a0f3-32dfd926a338_73D31A55-2420-4EEE-9834-E659D84C229D.jpg Foto: Arquivo AC
18/11/2021 às 16:04

A Câmara Municipal de Manaus (CMM) publicou na edição de ontem (17) do Diário Oficial Eletrônico (DOE), a homologação de um contrato que vai direcionar quase R$ 6 milhões para contratação da empresa ISTUD LTDA  para promover cursos de capacitação executiva por 1 ano.

Cada hora-aula EAD e presencial com o material didático, de acordo com a publicação do DOE, custará R$ 720. Ao todo serão 1760 horas-aula no fim devem totalizar mais de R$ 1,2 milhão somente neste tópico do contrato. Para se ter uma ideia, a hora-aula de um professor rede pública de ensino custa cerca de R$ 20, já na rede particular esse valor chega no máximo a R$ 80.

Além disso, a CMM pede o fornecimento de uma plataforma web para conexão de vários dispositivos, com a manutenção dos serviços e a criação de uma plataforma de aplicativo para Smart TV, smartphone com suporte para Android e IOS e uma plataforma web. 

Franquia contatada pelo legislativo municipal prevê o acesso de até 25 mil usuários por mês. Essas pessoas terão direito a visualização ilimitada dos conteúdos, armazenamento em nuvem de até 2 terabytes e 30 horas de streaming ao vivo.  Esse combo deve ser ofertado por até 12 meses, sendo pago R$ 186 mil mensalmente e com isso será acrescentado mais de R$ 2,2 milhões ao contrato.

Outra parte demandada pela Câmara no processo licitatório é a implantação da plataforma personalizada, tanto na web, quanto no app,  o que vai requerer ainda a criação da identidade visual do curso. Sozinho esse serviço custará R$ 96 mil. 

Por fim, para apresentar os conteúdos será contratada a produção, roteirização, gravação, edição e legenda para as vídeo aulas que devem ser feitas no estúdio da contratada. Cada hora desse serviço sairá no valor de R$ 3,1 mil, sendo que a Câmara pede que sejam criadas 748 horas, totalizando mais de R$ 2,3 milhões.

Com sede em Boa Vista, Roraima, a ISTUD LTDA tem capital social registrado na Receita Federal equivalente de R$ 100 mil e seus sócios são Roberto Bellini Costa dos Santos e Victoria Correa Fortes. Segundo Vitória a empresa já realiza o mesmo serviço para a Assembleia Legislativa de Roraima. 

“A gente trabalha com educação à distancia desde a produção do material do cliente à entrega de uma plataforma de stream onde ela é personalizado para cada cliente. Teria que ter renovação. É um contrato de um ano que teria que ser renovado quando há interesse da administração em continuar”, declarou a sócia.

A reportagem entrou em contato com a Câmara Municipal, por meio de mensagem eletrônica, para esclarecer dúvidas sobre a contratação do serviço como o conteúdo programático, quantidade de servidores e setores que devem ter acesso ao serviço, mas até o fechamento desta reportagem não obtivemos respostas.



News giovanna 9abef9e4 902c 428b a7c8 c97314664fb7
Repórter
Repórter de A CRÍTICA. Sempre em busca de novos aprendizados que somente uma boa história pode trazer.

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.