Quarta-feira, 17 de Julho de 2019
Manaus

Custo da construção apresenta aumento no Amazonas em outubro

O reajuste do custo médio do metro quadrado ocorrido em outubro elevou o acumulado do ano para 4,35%. E para os últimos doze meses de 4,51%. Estes acumulados colocam o Estado abaixo da média nacional na questão dos reajustes



1.jpg Custo das obras continua crescendo no Amazonas
07/11/2012 às 19:49

O mês de outubro registrou aumento de 0,31% no custo médio do metro quadrado no que diz respeito à construção no Estado, segundo informações do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

No mês de outubro, do total de 69 insumos utilizados na construção pesquisados mensalmente pelo Instituto, 35 não tiveram alteração em relação ao mês anterior, oito apresentaram queda nos preços e 26 tiveram reajustes em relação a Setembro.

 Banca de mármore reajustou 15% e dobradiça 8,5%. Já carpete e concreto usinado tiveram as maiores reduções com -13,2 e -4,5% respectivamente.Também apoia a afirmativa de que os preços estão sendo reajustados para o consumidor final no ramo da construção.

Ainda segundo o IBGE, no que tange a mão-de-obra, houve pequena variação no salário/hora para os serventes que tiveram um reajuste de 0,3% em relação ao mês anterior. E também para o mestre-de-obras que teve um reajuste de 6,6% na comparação com setembro passado. Já o eletricista, sofreu queda no valor de seu salário/hora de -4,6%. As demais categorias profissionais da construção civil não tiveram qualquer alteração no mês de Outubro.

O reajuste do custo médio do metro quadrado ocorrido em outubro elevou o acumulado do ano para 4,35%. E para os últimos doze meses de 4,51%. Estes acumulados colocam o Estado abaixo da média nacional na questão dos reajustes.

Com informações da assessoria.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.