Quinta-feira, 24 de Setembro de 2020
SAÚDE

David Almeida quer ser ouvido em CPI e desafia Amazonino a fazer o mesmo

Pré-candidato à Prefeitura de Manaus, David Almeida protocolou pedido para ser ouvido e disse que Amazonino deve fazer o mesmo; ambos lideram as intenções de voto para as eleições deste ano



WhatsApp_Image_2020-07-27_at_11.42.14_21474C54-0BA8-4CD4-A7FD-B872F94A45AC.jpeg (Fotos: Divulgação)
27/07/2020 às 14:30

Com contratos firmados em sua gestão no radar da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Saúde, o ex-governador interino David Almeida (Avante) visitou a Assembleia Legislativa do Amazonas  (ALE-AM) nesta segunda-feira (27), e protocolou um requerimento para ser ouvido no âmbito da CPI que investiga gastos na área da Saúde de 2017 até 2020. Ele ainda desafiou o ex-governador Amazonino Mendes, que o sucedeu, a fazer o mesmo.

Conforme o ex-presidente da Assembleia no biênio 2017/2018, a indicação do requerimento seria para “prestar esclarecimentos” sobre pagamentos feitos ainda na sua gestão à empresa Norte Serviços Médicos. 



O comparecimento de David Almeida na ALE-AM foi compartilhado nas redes sociais dele. Nesta quinta-feira (24), a CPI da Saúde mostrou que nas últimas três gestões estaduais, a gestão que mais desembolsou recursos para a Norte Serviços Médicos foi a de David Almeida. 

A Norte Serviços é investigada pela CPI da Saúde por ter prestado serviços de lavanderia para o Governo do Estado durante a pandemia do coronavírus no Amazonas e afirmar ter lavado 44 toneladas de roupas do Hospital de Campanha Nilton Lins, no período de entre os dias 18 de abril e 30 de junho.

José Melo (PROS) foi cassado pela Justiça Eleitoral em maio de 2017 quando assumiu o comando do Estado David Almeida. Nesse ano, a empresa faturou R$ 9,5 milhões por serviços de enfermagem, de acordo com o Portal da Transparência. 

David, o segundo pré-candidato mais bem colocado em pesquisas de intenção de voto para Prefeitura de Manaus, postou em uma rede social “a verdade prevalecerá. Protocolei nesta manhã na ALEAM um requerimento me colocando à disposição da CPI da Saúde. Tenho muito a falar. 

O prefeiturável complementa "no documento solicito que me chamem para falar na CPI da Saúde. Tenho documentos importantes para apresentar, de interesse da população". 

“Eu estou me colocando à disposição da Assembleia, da Comissão Parlamentar de Inquérito para prestar esclarecimentos, porque na última quinta-feira foi citado um pagamento na minha gestão como governador interino. Eu queria poder disponibilizar para a Assembleia as informações que eu tenho e contribuir para a Comissão Parlamentar de Inquérito que apura fatos e problemas na questão da saúde do Amazonas”, disse. 

Amazonino

David Almeida, que comanda o Avante no Amazonas, desafiou o ex-governador tampão Amazonino Mendes (PODE) para fazer o mesmo que ele. Ambos estão disputando as primeiras posições para o executivo municipal. 

“Após a minha vinda, se a Assembleia assim entender, se a CPI assim entender, certamente o governador Amazonino Mendes vai ter que comparecer à Assembleia, porque eu tenho muitos documentos, documentos oficiais e eu quero que ele faça o mesmo que eu, se coloque à disposição da CPI para vir prestar esclarecimentos”, finalizou.

Depois de Almeida, a gestão de Amazonino Mendes foi a gestão que mais empenhou pagamentos com a Norte Serviços Médicos aproximadamente 7,8 milhões em serviços prestados à outras unidades de saúde como o Hospital e Pronto Socorro da Criança, na zona oeste de Manaus.

A CPI da Saúde é composta por deputados ligados ao ex-governador Amazonino Mendes, entre eles, o deputado e presidente estadual do Podemos, partido que Mendes disputa a Prefeitura de Manaus, Wilker Barreto.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.