Publicidade
Manaus
novela dos alugueis

Declaração sobre 'quadrilha dos aluguéis' causa polêmica na CMM

Oposição quer CPI para investigar 'quadrilha do aluguel' na Semed.  Governistas cobram desmentido do subsecretário 20/08/2013 às 08:32
Show 1
Subsecretário da Educação, Deuzimar Pereira, disse que há quadrilha do aluguel
Kleiton Renzo Manaus

Gerou polêmica na Câmara Municipal de Manaus (CMM), nessa segunda-feira(19), a declaração do subsecretário municipal de Educação (Semed), Deuzamir Pereira (PSDB), sobre a existência de uma quadrilha que assalta o dinheiro público por meio de aluguéis de prédios onde funcionam escolas do município. Os vereadores de oposição querem a criação de uma “CPI do Aluguel”. A base do prefeito Artur Neto (PSDB) exige que o subsecretário desminta o que disse.

Em reportagem de A CRÍTICA, edição de sábado(17), o subsecretário de Educação disse que dentro da Semed se instalou um câncer nos contratos de aluguel dos imóveis. “O aluguel dessas escolas é uma imoralidade com todos os termos que a gente possa imaginar. Isso consome

R$ 29 milhões por ano. É uma quadrilha atuando nisso”, afirmou Deuzamir Pereira durante o I Encontro de Municipal de Educação da Região Metropolitana de Manaus (RMM), realizado na sexta-feira na Câmara.

“O personagem que exprime essa opinião é somente o terceiro homem na Educação do município, atrás apenas do secretário e do prefeito. Penso eu que ao fazer uma afirmação dessas ele está indignado com a pressão pra manter a questão desses aluguéis em silêncio”, afirmou o líder do PT,  Waldemir José.

Líder do prefeito na Câmara, o vereador Wilker Barreto (PHS), foi à tribuna dizer que Deuzamir “foi infeliz” em suas declarações. “A liderança do prefeito e a bancada reitera total apoio ao secretário Pauderney Avelino (DEM) e posso afirmar categoricamente que o subsecretário Deuzamir Pereira foi infeliz nas suas colocações. Não se pode falar a esmo sob pena de ser um gesto de irresponsabilidade”, disse Barreto.


Presidente da Comissão de Educação da Câmara, a vereadora Therezinha Ruiz (DEM) também minimizou as declarações do subsecretário mas disse que a comissão irá pedir informações sobre a planilha de aluguéis das escolas. “Hoje (ontem) vamos solicitar todas as informações do secretário em relação aos aluguéis. Mas nós sabemos que houve um empolgamento do subsecretário até porque não existe essa história de quadrilha. O que nós sabemos é que existem muitos alugueis. E isso não é bom”, disse.

Membro da Comissão de Educação e da base do governo, o vereador Álvaro Campelo (PP) também defendeu “esclarecimentos”. “Temos que ter acesso a essas documentações e se for necessário convocar o subsecretário e os envolvidos para as explicações”, disse.

Publicidade
Publicidade