Publicidade
Manaus
REINTEGRAÇÃO DE POSSE

Defensoria debate reintegração de posse de terras da Suframa na segunda-feira

Aproximadamente 300 famílias moram e cultivam hortaliças na propriedade da Suframa e alegam que estão sendo ameaçadas por um empresário 25/03/2017 às 14:11
Show show n mn
O defensor público Carlos Almeida Filho disse que a reunião será para ele se informar da situação dos posseiros. (Foto: Antonio Lima)
Alik Menezes Manaus

A  reintegração de posse de terras  da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa), localizadas no KM 83 da rodovia  BR-174 (Manaus-Boa Vista), será a pauta de uma reunião no auditório da Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DPE) na segunda-feira, às 9h. 

Aproximadamente 300 famílias moram e cultivam hortaliças na propriedade da Suframa e alegam que estão sendo ameaçadas por um empresário. Segundo o presidente da Cooperativa dos Produtores Rurais dos Assentados do Amazonas (Cooperam), Ismael Oliveira, o ex-senador Carlos Alberto D’Carli entrou na justiça alegando ser proprietário do terreno. 

“Há uma reintegração de posse em curso contra os trabalhadores, mas essa documentação pode ser falsificada. Essas famílias estão lá há mais de 5 anos”, disse. Ismael espera que a regularização da posse seja feita em breve para que os agricultores tenham acesso às políticas de crédito e benefícios sociais. “Vamos discutir tudo isso nessa audiência pública na segunda-feira”, disse. 

O líder dos posseiros disse, ainda, que temas como a judicialização das áreas da Suframa, destinação de terras da autarquia para o Incra, regularização de outras terras em favor da posse de agricultores que já cultivam a terra há muitos anos e ação de usucapião coletivo em favor dos trabalhadores rurais serão debatidas. 

O defensor público Carlos Alberto Souza de Almeida Filho disse que não se trata de uma audiência pública, mas sim de uma reunião para que ele possa se informar da situação desses posseiros. “Eu não sei do que se trata ainda. Preciso ouvir  para saber quantas pessoas moram lá e quem apenas trabalha. Precisamos checar todas as informações”, disse. 

Filho disse que representantes da Suframa não foram convidados para participar da reunião, mas devem ser  na próxima dependendo do que for apurado na segunda-feira. “Vamos entender do que se trata. É preciso ficar claro que é uma reunião e não uma audiência pública, após me inteirar da situação é que saberei o que será feito”. 

Até o fechamento da edição a Suframa não informou se  as terras em questão são de responsabilidade da autarquia ou mesmo se está ciente do caso de reintegração de posse. O ex-senador Carlos Alberto D’Carli também não foi localizado pela reportagem até o fechamento desta edição. 

Publicidade
Publicidade