Domingo, 26 de Janeiro de 2020
PREOCUPAÇÃO

Defensoria pede reforço na segurança em ato contra Bolsonaro em Manaus

Órgão encaminhou ofício à Secretaria de Segurança Pública, que já havia sido provocada pelo Ministério Público Eleitoral a detalhar o esquema preparado para o protesto



bolsonaro_EE173AAC-0EB8-44BA-879E-7E3978C80104.jpg
28/09/2018 às 11:30

A Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DPE-AM) solicitou à Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP), por meio de ofício, reforço no policiamento durante manifestação popular que vai ocorrer à partir das 17h de sábado, 29/09, no Largo de São Sebastião.

A DPE foi procurada, via Núcleo Especializado em Atendimento à Mulher Vítima de Violência Doméstica (Naem), por mulheres que organizam o ato público do ‘Movimento Mulheres contra o Fascismo’ contra a candidatura do deputado federal Jair Bolsonaro (PSL) à Presidência da República. Ontem,o Ministério Público Eleitoral já havia requisitado informações à SSP-AM sobre o esquema de policionamento preparado para o ato. 



Por entender que o Brasil é um país democrático e que abriga conceitos como a liberdade de expressão a DPE-AM solicitou o reforço na segurança. “A livre manifestação é um direito popular e nós defendemos de forma intransigente que os direitos sejam respeitados e assegurados”, afirmou a defensora pública Caroline Braz, do Naem.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.