Publicidade
Manaus
CONTROLE

Defesa Civil intensifica ações de prevenção em áreas de risco na capital

Segundo o órgão, trabalho envolve desde parceria com a comunidade até a criação de um grupo de pronta resposta. Ao todo, 734 pontos de riscos na capital são monitorados pela Defesa Civil 10/02/2017 às 12:40
Show defesa civil
Áreas de risco são monitoradas pela Defesa Civil (Foto: Euzivaldo Queiroz)
acrítica.com Manaus (AM)

A Defesa Civil do Município vem intensificando nesse começo de ano, período em que as chuvas são mais intensas, ações de prevenção na cidade em áreas vulneráveis e consideradas de risco. O trabalho envolve desde a parceria com núcleos comunitários, a visitas preventivas, palestras e monitoramento por pluviômetros, além da criação de um grupo de pronta resposta.

Segundo o órgão, 734 pontos de riscos na capital são monitorados na capital levando às ruas equipes, que em dias de chuvas intensas, são direcionados a vistoriar e atender ocorrências em áreas com histórico de risco em desabamentos, deslizamentos e alagações.

No último dia 6, em parceria com o Serviço Geológico do Brasil (CPRM), a Defesa Civil deu início ao levantamento de atualização das áreas de riscos.

Nupdecs

Outro reforço de prevenção para esse período de chuvas é a parceria com os Núcleos de Proteção e Defesa Civil Comunitário (Nupdec), que ajuda a Defesa Civil a monitorar as áreas de riscos da cidade, formado por voluntários que moram em áreas consideradas vulneráveis. Há também o reforço do monitoramento dessas áreas por meio de pluviômetros.

Com a criação dos Núcleos Comunitários, o órgão está conseguindo chegar aos locais de forma mais rápida. Em qualquer indício de risco a moradores como deslizamento, alagamentos ou até novas ocupações irregulares em áreas de risco geológico, os voluntários entram em contato com o órgão que envia imediatamente agentes ao local indicado.

Atividades

No começo deste mês, a Defesa Civil Municipal, órgão que faz parte da estrutura da Casa Militar da Prefeitura de Manaus, também deu início às atividades do Grupo de Pronta Resposta (GPR) para otimizar as ações municipais durante o período chuvoso, atuando principalmente no suporte aos moradores de áreas de risco.

Outra atividade preventiva realizada pela Defesa Civil Municipal é o projeto “Defesa Civil na Escola”, que teve início em 2013 com o objetivo de levar a alunos e, consequentemente a seus familiares, sobre o risco de morar em áreas vulneráveis a acidentes, possibilitando a redução de ocorrências, através de hábitos preventivos.

Nesta quinta-feira, 9, a convite da Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra), o órgão participou da programação de palestras preventivas a moradores de áreas de risco, no bairro Jorge Teixeira, zona Leste.

O evento aconteceu na Escola Municipal Francinete Rocha Brasil, localizada na  rua Angelim, e contou com a presença de estudantes, pais  e outros moradores da área. A palestra teve como intuito informar à comunidade local sobre o processo erosivo em áreas de risco e a forma de prevenção para quem reside nesses locais.

A palestra foi proferida pela gerente do Setor de Encaminhamento e Acompanhamento da Defesa Civil, Luzia Ferreira, que destacou a importância da participação dos moradores em ações preventivas nas áreas de risco.

Publicidade
Publicidade