Publicidade
Manaus
Manaus

Defesa Civil realizou 281 vistorias em áreas de risco de Manaus

O primeiro bairro a receber as equipes municipais foi o Mauazinho, localizado na Zona Leste, onde foi identificado o maior número de edificações vulneráveis a alagações e com risco de desabamento 25/01/2013 às 11:27
Show 1
O primeiro bairro a receber as equipes municipais foi o Mauazinho, localizado na Zona Leste
acrítica.com Manaus, AM

Em uma semana, a Defesa Civil já vistoriou 281 imóveis nas áreas de risco em Manaus. O trabalho está sendo realizado em parceria com as secretarias municipais de Assistência Social e Direitos Humanos (Semasdh) e Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas).

Segundo o subsecretário da Defesa Civil, capitão Aníbal Gomes, a ação é preventiva.  "Nós vamos orientar as famílias nas ações rápidas, conscientização ambiental, além de fazer a averiguação do imóvel”, explicou.

Durante a ação, as famílias receberam orientações de prevenção contra acidentes, o que fazer em caso de emergência, como sair do imóvel e ligar para o número 199 da Defesa Civil, além de informações socioeducativas, como não jogar lixo nas encostas.

O trabalho é a continuação do relatório entregue este ano pelo CPRM – Serviço Geológico do Brasil, que identificou áreas consideradas de risco geológico em toda a cidade de Manaus.


O primeiro bairro a receber as equipes municipais foi o Mauazinho, localizado na Zona Leste, onde foi identificado o maior número de edificações vulneráveis a alagações e com risco de desabamento.

No último sábado, 19, o prefeito Artur Virgílio Neto esteve presente nesse e  em outros pontos críticos, como na avenida Itaúba,  bairro Jorge Teixeira e comunidade Nova Floresta, ambas na zona Leste. Outra comunidade visitada pelo prefeito foi a Meu Bem, Meu Mal, situada na Ponta do Ismael, zona Oeste.

Publicidade
Publicidade