Sexta-feira, 19 de Abril de 2019
publicidade
1.png
publicidade
publicidade

Manaus

Defesa Civil registra várias ocorrências da chuva de domingo

Prefeito Artur Neto foi a alguns locais atingidos pela chuva na noite de domingo. Famílias que foram prejudicadas vão ser cadastradas pela prefeitura


22/04/2013 às 18:56

A Prefeitura de Manaus trabalhou durante toda a noite deste domingo, 21, para dar suporte a quem foi afetado pelas chuvas que castigaram a cidade. De acordo com a Defesa Civil, 27 ocorrências foram registradas até às 23h30, mas aproximadamente 50 casas acabaram alagadas. Os bairros mais atingidos foram Mauazinho, na zona Leste, Santo Antônio, na zona Oeste, e parte da rua Belo Horizonte, na zona Centro-Sul.  O prefeito Artur Neto, acompanhado da secretária de Assistência Social Direitos Humanos, Goreth Garcia Ribeiro, acompanhou as operações nas áreas críticas.

De acordo com o prefeito, todas as famílias que foram atingidas serão cadastradas pela Defesa Civil e Secretaria Municipal de Assistência Social Direitos Humanos (Semasdh) para que os mais necessitados possam receber ajuda como colchões, água potável e transporte a um local mais seguro. “Não podemos abandonar as pessoas neste momento. Quis ver de perto o que estava acontecendo. Nesta segunda-feira retornaremos aos locais para ver os estragos com mais calma, mas o importante é que já identificamos os pontos mais afetados”, disse Arthur,

No bairro Mauazinho, muros de casas chegaram desabar, enquanto outras foram alagadas por conta da grande quantidade de água que acabou se acumulando nas vias mais estreitas. Na rua Belo Horizonte, três residências foram evacuadas por conta do risco de desabamento. As pessoas serão alojadas em casas de parentes até que a Prefeitura de Manaus verifique a situação de uma obra, que, segundo moradores, foi responsável pelo represamento da água no local.

No Santo Antônio, várias casas nas proximidades da Câmara Municipal de Manaus (CMM) ficaram completamente inundadas. Os igarapés do bairro acabaram transbordando, prejudicando as edificações na área. No local, o prefeito determinou que a Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf) verifique o sistema de drenagem e escoamento do bairro para impedir que novos casos como este aconteçam no futuro.

* Com informações da Semcom

**Confiramais informações na edição imrpressa do Jornal A Crítica desta terça-feira (23).

publicidade
publicidade
Bolsonaro e Paulo Guedes se contradizem ao falar sobre Zona Franca de Manaus
Celebrações religiosas marcam Sexta-feira da Paixão na Catedral de Manaus
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade

publicidade
publicidade

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.