Publicidade
Manaus
Manaus

Delegacias investigam juntas 'estranha coincidência' de mortes em série

Secretário de Segurança Pública do Amazonas disse estranhar a onde de crimes ter ocorrido logo após homicídio de um sargento da PM. Coletiva está marcada para a tarde deste sábado (18) 18/07/2015 às 14:17
Show 1
Conforme a PC, a DEHS e a Derfd, já estão investigando os motivos dos homicídios
acritica.com Manaus (AM)

A Polícia Civil do Amazonas informou que, sob a coordenação do Delegado Geral, Orlando Amaral, todas as delegacias especializadas vão investigar  os mais de 20 homicídios registrados durante a madrugada deste sábado (18), em todas as Zonas de Manaus.

Conforme a PC, a Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) e Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (Derfd) já estão apurando os motivos dos homicídios para que "possam imediatamente elucidar os casos e dar uma resposta à sociedade amazonense".

O Secretário de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), Sérgio Fontes, o delegado Orlando Amaral, e o comandante-geral da Polícia Militar, Gilberto Gouvêa, concederão na tarde de hoje, às 17h30, uma coletiva de imprensa para falar sobre a onda de crimes registrados na última sexta-feira e neste sábado.

Conforme registros da PC, os homicídios foram registrados entre 0h e 6h de ontem nos bairros Armando Mendes, São Francisco, Jorge Teixeira, Zumbi, Gilberto Mestrinho, Adrianópolis, Aleixo, Santa Etelvina e Santo Antônio. Segundo o Instituto Médico Legal (IML), todas as vítimas são homens, sendo que a maioria morreu baleada na cabeça.

O secretário de Segurança Pública do Amazonas, Sérgio Fontes, chegou a declarar para a imprensa local que achava o número elevado de mortes uma estranha coincidência após o homicídio de um sargento da Polícia Militar, na tarde desta sexta. Para tratar do assunto, uma coletiva foi marcada para a tarde de sábado na sede da Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP-AM).

Vingança?

Em conversa com a reportagem do portal ACRITICA.COM na noite desta sexta-feira (17), policiais militares, que preferiram não se identificar, comentaram que todos agirão como verdadeiros "motoqueiros fantasmas" para localizar os acusados.

“Toda vez que morre um PM em qualquer lugar do Brasil, todos os policiais de folga se juntam em campana na caça aos criminosos para localizar todos os envolvidos. Esses, pelo nosso código, se chamam 'motoqueiros fantasmas'”, destacaram.


LISTA PARCIAL DE VÍTIMAS:

0h23 – Harlem Duque Protásio, 33; rua G, bairro Armando Mendes

0h31 – Paulo de Nazaré de Souza, 20, e Rodrigo Anderson, 27;  rua Sobrinho Maranhão, bairro São Francisco

0h41 – Frank da Silva Almeida, 20; rua Belford Roxo, bairro Jorge Teixeira

0h44 – Diego da Silva Lira, 18, e outra vítima não identificada; rua Doutor Gama e Silva, bairro Zumbi

1h33 – Anderson Soares, 25; rua Gabriel Gonçalves, bairro Aleixo

1h53 – Victor Castro Farias, 19; travessa B, loteamento Cidade Leste, bairro Gilberto Mestrinho

2h8 – vítima não identificada; rua Padre Oscar Romero, bairro Zumbi

2h19 – vítima não identificada; rua Laranjeiras com rua Genipapo, bairro Santa Etelvina

2h20 – (não identificado)

2h32 – vítima não identificada; rua Belo Horizonte, Adrianópolis

3h51 – vítima não identificada; rua Margarida do Campo, invasão Grande Vitória, bairro Gilberto Mestrinho

4h25 – Édipo Viana de Souza, 26; rua Umarizal, bairro Santo Antônio

4h33 – (não identificado)

4h49 – (não identificado)

5h34 – (não identificado)

5h36 – (não identificado)

6h48 – vítima não identificada; rua Estrela de Davi, bairro Novo Israel 


Publicidade
Publicidade