Segunda-feira, 22 de Abril de 2019
publicidade
1.jpg
publicidade
publicidade

Manaus

Delegado anuncia criação de segundo IML em Manaus

Polícia divulga plano de modernização que prevê investimentos em perícia para eliminar “achismos” em investigações


20/04/2013 às 18:48

A construção de mais um Instituto Médico Legal (IML), a identificação em tempo real da “ficha” de suspeitos durante abordagens e a participação de policiais em cursos de aperfeiçoamento com o FBI estão entre as ações anunciadas pela Delegacia Geral de Polícia Civil do Amazonas dentro do plano de modernização da instituição previsto para o ano de 2013.

O delegado-geral Adjunto da Polícia Civil, Mário Aufiero, afirma que o pacote de ações tem como objetivo dotar a instituição de pessoal qualificado e equipamentos modernos para dar celeridade, especialmente, aos resultados de perícias, além de garantir que as investigações sejam feitas com precisão, sem “achismos”.

“Nosso grande desafio, quando chegamos, foi reestruturar a polícia técnico-científica do Estado do Amazonas - o IML, o Instituto de Criminalística e o Instituto de Identificação - para realizar as perícias necessárias que levem à comprovação de autoria e materialidade do crime investigado”, diz Mário Aufiero. “Não se pode fazer investigação de forma intuitiva”, acrescenta, sustentando que a qualidade do trabalho da polícia só se dá por meio dos aparatos técnicos e científicos, perícia e escutas telefônicas autorizadas.

De acordo com ele, a criação do IML 2, que ficará localizado no bairro de Petrópolis, Zona Sul de Manaus, tem como meta desafogar a demanda da atual estrutura do Instituto Médico Legal, localizado no bairro Cidade Nova, Zona Norte. Sozinho, o atual IML é responsável pela realização de 2,2 mil exames de corpo delito por mês, em média. O instituto ainda realiza de 75 a 80 exames de conjunção carnal mensalmente, uma média de 1.000 por ano.

Conforme o delegado-geral Adjunto, a ideia, com a construção do IML 2 é, pelo menos, dividir essa demanda. O novo instituto começa a funcionar até o final deste ano e não receberá mortos, mas estará apto para realizar perícia em vivos, como exames de corpo de delito e de conjunção carnal. “O nosso desafio agora, que já foi autorizado pelo governador Omar Aziz, é reformar todos os nossos institutos. Tanto o IML quanto o Instituto de Identificação e o Instituto de Criminalística. Nos próximos dias vão começar as obras de reforma e ampliação”, afirma Aufiero.

Ele ainda informou que os aparelhos de Personal Digital Assistant (PDA’s), tecnologia que já é usada pela Polícia Civil em operações de rua, para identificar placas de carros em situação de roubo ou o nome de supostos criminosos, por meio da digitação das informações, será utilizado agora para levantar a “ficha” de suspeitos através da impressão digital, com a ajuda de um aplicativo.

Retirada de identidade on line

A Polícia Civil expediu, em 2012, um total de 215.813 carteiras de identidade (primeira e segunda via). No primeiro trimestre de 2013 foram concedidas 54.421 RG’s. O tempo médio de espera para o recebimento do documento é de uma semana para quem mora na capital. No interior, esse prazo é de no mínimo 40 dias. Mário Aufiero anunciou que a concessão de carteiras de identidade vai passar a ser feita on line, em serviços de Pronto Atendimento ao Cidadão (PACs), em um único dia. No interior, pelo menos nas 12 cidades onde serão instalados o Ronda no Bairro, o prazo será o mesmo.

Estagiários vão reforçar os distritos

Agência Amazonense de Desenvolvimento Econômico e Social vai selecionar 400 estagiários dos cursos de Administração, Direito, Psicologia e Serviço Social para atuar em 30 Distritos Integrados de Polícia (DIPs). A contratação faz parte do Projeto de Otimização do Atendimento do Cidadão na Polícia Civil em Manaus. Dentro de duas semanas os estagiários já estarão atuando nos Dips. Cada distrito vai contar com três estagiários por turno.

Segundo Mário Aufiero, o trabalho dos estudantes será auxiliar no atendimento à população, e no registro de ocorrência, por exemplo, para reduzir o tempo de espera por atendimento e diminuir a reclamação pela demora. “Esse programa está dentro do pacote de nível de excelência da Polícia Civil, onde, durante 24h, em todos os Dips que funcionam 24h, vamos ter três estagiários identificados e preparados para registrar ocorrência, o mais rápido possível”. 


publicidade
publicidade
Corpo é encontrado em entrada de balneário no ramal do Brasileirinho
Morte de lutador de MMA em Manaus foi por lesões no crânio, aponta laudo do IML
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade

publicidade
publicidade

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.