Publicidade
Manaus
Manaus

Delegado pede a prisão de dois PMs apontados por comparsas como coautores de sequestro

Luis Rocha preferiu não revelar os nomes dos outros envolvidos para, segundo ele, não atrapalhar as investigações; a vítima, o técnico de refrigeração Marinaldo Araújo, está desaparecida desde o dia 21 de janeiro 17/02/2016 às 13:54
Show 1
Delegado quer a prisão preventiva de dois policiais suspeitos
Joana QUEIROZ Manaus (AM)

O delegado da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) Luis Rocha vai pedir a prisão preventiva de dois policiais militares suspeitos de participação no sequestro do técnico de refrigeração Marinaldo Franco de Araújo Filho, 42, que está desaparecido desde o dia 21 do mês passado. O delegado concedeu entrevista para o Portal A Crítica nesta quarta-feira (17).

Luis Rocha não revelou os nomes dos outros envolvidos para, segundo ele, não atrapalhar as investigações. O delegado disse que as investigações estão andando, mas ate o momento ainda não tem pistas que levem ao paradeiro da vítima.

O delegado revelou que a polícia chegou aos nomes dos novos suspeitos por meio do depoimento dos cabos da Polícia Militar Watson Nascimento e Cleber Lima, presos na tarde desta terça-feira (16) em um posto de combustível na avenida Darcy Vargas, Chapada no momento que recebiam parte do valor do resgate, R$ 35 mil.

O dinheiro estava sendo entregue pela esposa da vitima, uma cabeleireira identificada como Elizângela. No total, ela deveria pagar R$ 175 mil.

Atualização

O pedido de prisão preventiva deu entrada na 5ª Vara Criminal por volta das 14h e é analisado pela juíza plantonista Andrea Jane e pelo promotor Marco Aurélio Lisciotto. Ainda hoje deve sair a decisão.

Publicidade
Publicidade