Publicidade
Manaus
Manaus

Denúncia no 181 leva a polícia a fechar laboratório de drogas na Zona Oeste de Manaus

Além de 200 quilos de drogas (93 pacotes de skank e 67 de cocaína), um fuzil foi apreendido pelos policiais. Três homens foram presos 08/06/2015 às 19:56
Show 1
Além de skank e cocaína, com os homens foi apreendido um fuzil
Kamyla Gomes Manaus (AM)

Cerca de 160 pacotes de drogas, um fuzil com três munições e dinheiro  foram apreendidos nesta segunda-feira (8),  em uma residência localizada na rua 14,  Conjunto Hiléia, Zona Oeste de Manaus, por volta das 16h15, em uma operação policial.

Entre as drogas apreendidas, 93 pacotes de skank e 67 pacotes de cocaína, que totalizam 200 kg. Segundo a SSP-AM, no local funcionava um laboratório de entorpecentes.

De acordo com o delegado titular do 17º Distrito Integrado de Polícia (Dip), Tarson Iury, a ação, desencadeada pela secretarias Executiva Adjunta de Inteligência (Seai) e de Operações (Seaop), pelo Grupamento de Operações Aéreas e pela Polícia Civil, resultou na prisão de Sílvio Cavalcante Brito, Janderson Carneiro Nascimento e Jobson Paulo Olavo.

Os policiais chegaram ao local após denúncias anônimas, no 181 (disque-denúncia). Parte da droga foi encontrada no porta malas de um veículo Honda Civic e outra parte nas dependências da residência.

Segundo o delegado, dois suspeitos foram presos na residência e outro tentou fugir mas foi interceptado pela polícia.

"A arma calibre 762 estava com três munições.  Supostamente o dinheiro é decorrente ao tráfico de drogas,  ao que tudo indica,  obtida com a venda ou transações financeiras realizadas com o tráfico" afirmou o delegado.

O secretário de Segurança Pública, Sérgio Fontes, destacou que é a segunda grande apreensão de drogas em apenas dois dias. No último sábado, a Seai, com apoio da Polícia Civil, também apreendeu mais 200 quilos, somando o acumulado de, aproximadamente, 2,7 toneladas de droga desde janeiro deste ano, um recorde para o período. “Um esforço conjunto que está sendo feito para intensificar o combate ao tráfico de drogas, um crime que causa grandes mazelas sociais e é motivador da maioria dos homicídios registrados no Amazonas”, destacou.

Divulgação/SSP-AM

O trio, preso nesta segunda-feira, responderá pelo crime de tráfico de drogas, associação para o tráfico, porte ilegal de arma de fogo de uso restrito, além de uso de documento falso, pois um dos suspeitos utilizava um RG falsificado.

Outra apreensão

No último sábado, operação coordenada pela Seai resultou na prisão de três traficantes com aproximadamente 200 quilos de droga (skank) na avenida Brasil, zona Oeste de Manaus, durante operação que contou com apoio da Polícia Civil, por meio do Grupo Fera e Grupamento de Operações Aéreas (GOA), que, do alto, auxiliou a prisão dos suspeitos pelo helicóptero. 

Na ação foram presos: Janderclei de Souza Ramos, José Mateus da Costa Vieira e Adenias Terêncio da Silva. José Mateus, conhecido como ‘Sapo’, de acordo com a Seai, era considerado um dos maiores traficantes do bairro Mauazinho e visto pela população como um dos bandidos mais violentos da área. Investigações apontam José Mateus com o envolvimento em diversos assassinatos de facções rivais e ações violentas na comunidade. Os demais atuavam com ele e também já respondiam por tráfico. Contra José Mateus, a Justiça já havia expedido mandado de prisão.

*Com informações da assessoria da SSP-AM

Publicidade
Publicidade