Publicidade
Manaus
Manaus

Denúncia para o Disque 181 agora também via internet

O Disque 181 é gerenciado pelo secretário-adjunto de Inteligência, Thomaz Vasconcelos, que afirmou que a ampliação do serviço vai aumentar também os registros de violência doméstica contra a mulher 25/03/2013 às 18:35
Show 1
Atendentes Ciops
acritica.com* Manaus (AM)

A partir desta quarta-feira (27), a Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) já estará com os serviços de atendimento do Disque-Denúncia 181 também pela internet. A ampliação vai melhorar o canal de comunicação do cidadão com a polícia, o que tem contribuído muito para a retirada de circulação de criminosos, como é o caso dos foragidos dos presídios. Nos últimos dois anos, o Disque 181 recebeu 9,6 mil denúncias, a maioria sobre tráfico de drogas.

De acordo com o secretário de Segurança Pública, coronel PM Paulo Roberto Vital, a SSP-AM está concluindo nesta semana a reformulação do seu site www.ssp.am.gov.br para disponibilizar ao cidadão várias novidades. Entre elas está um espaço no “Fale Conosco”, em que o cidadão poderá encaminhar uma mensagem diretamente para os operadores do Disque 181. “Mantemos a ligação gratuita e criamos um canal direto para a população contribuir com a segurança. O 181 é ferramenta importante para o trabalho das polícias. Um exemplo disso é a Força Tarefa da SSP, que todo dia prende criminosos, recaptura foragidos e apreende drogas e armas, tudo a partir da denúncia do cidadão”, afirmou.

Vital faz questão de ressaltar que todas as mensagens via internet e as ligações recebidas por telefone, das 8 às 22h, são apuradas e as informações e identidade do denunciante mantidas em sigilo. Além das denúncias de tráfico de drogas, também são muitas as de violência doméstica, corrupção de menores, formação de quadrilha, roubos, furtos e de pessoas foragidas.

Dentre os exemplos, o secretário cita uma denúncia anônima do último dia 13 que levou a Secretaria de Inteligência (Seai) e a Força-Tarefa da SSP-AM a prenderem Franciane Lobo Rodrigues, 19, e Frank Natel Dourado Rodrigues, 35 anos, na rua 31 do bairro Mauazinho, na zona Leste, com 30 quilos de maconha escondida em banheiro de residência.

O Disque 181 é gerenciado pelo secretário-adjunto de Inteligência, Thomaz Vasconcelos, que afirmou que a ampliação do serviço vai aumentar também os registros de violência doméstica contra a mulher. “Estamos preparados para essa demanda com atendimento exclusivo e encaminhamento imediato, fortalecendo a rede de proteção do Governo do Estado à mulher vítima. No ano passado foram mais de 100 denúncias desse tipo de violência”, disse.

*Com informações de assessoria

 

Publicidade
Publicidade