Publicidade
Manaus
Manaus

Depca investiga morte de menino de 8 anos em SPA, após dar entrada com hematomas no corpo

A mãe da vítima disse que não tinha percebido os machucados no corpo da criança. A polícia suspeita de agressões com fio elétrico ou cipó, além de tapas e murros. IML registrou morte por agressão 01/04/2015 às 12:23
Show 1
Dra. Linda Gláucia é a Delegada que conduz as investigações
Fábio Oliveira Manaus (AM)

A titular da Delegacia Especializada em Proteção a Criança e ao Adolescente (Depca), delegada Linda Glaucia, e sua equipe estão investigando a morte de um menino de 8 anos de idade ocorrida na madrugada desta quarta-feira (1°), no Serviço de Pronto Atendimento (SPA) Galiléia, na Zona Norte de Manaus.

De acordo com Glaucia, o rosto da criança, tórax e abdômen estão com muitos hematomas, que podem ter sido provocados por agressões feitas com um fio elétrico ou cipó, além de socos e tapas.


A mãe contou em depoimento ainda informal na delegacia que não sabia dos hematomas e que só percebeu a gravidade dos ferimentos no SPA, quando levou o filho após ele ter passado mal.

Consta no registro do Instituto Médico Legal (IML) que a causa da morte foi por agressão física. A delegada informou que há equipes nas ruas investigando o caso com intuito de colher mais provas sobre o crime. A mãe do menino está depondo na Depca desde a manhã.

Publicidade
Publicidade