Quarta-feira, 01 de Abril de 2020
NOVO PARTIDO

Deputado Josué Neto quer o Aliança pelo Brasil, partido de Bolsonaro

Apoio à criação do Aliança pelo Brasil tem raízes na dificuldade em conseguir abandonar o PSD por conta do imbróglio em firmar um acordo com os dirigentes da sigla, o senador Omar Aziz e a ex-primeira-dama Nejmi Aziz



bolsonaro_e_josu__2_C5BBF2C8-065D-45A5-942F-D61B5003F60A.jpg Relação com o presidente Jair Bolsonaro se estreitou nas vindas do chefe do Executivo a Manau. Foto: Arquivo AC
21/01/2020 às 10:34

Seguindo com os esforços para ajudar o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), a consolidar o partido Aliança pelo Brasil, o presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (ALEAM), deputado estadual, Josué Neto (PSD), postou nas suas redes sociais, na noite de domingo (19), um vídeo com o convite do vice-presidente nacional da Aliança pelo Brasil, Felipe Belmonte, para o 1º Encontro de Apoiadores com o objetivo de coletar assinaturas para a criação do partido.

No vídeo, o vice-presidente nacional do partido anuncia o evento e convida os apoiadores do presidente Bolsonaro a comparecer com título de eleitor para assinar o formulário de criação do partido.



O 1° encontro de apoiadores do partido Aliança pelo Brasil que acontece no Amazonas, vai ser sediado na Assembleia Legislativa, no dia 25 de janeiro, de 8h às 18h.  Os apoiadores do novo partido correm contra o tempo para recolher as 491.967 assinaturas necessárias, em nove Estados, para cumprir com as regras fixadas pela Justiça Eleitoral.

A necessidade da criação de um novo partido surgiu após o presidente Bolsonaro brigar com o presidente do PSL, Luciano Bivar, pelo controle do fundo partidário que o partido tem direito pela eleição da segunda bancada da Câmara Federal.

Fogo cruzado

O súbito apoio do presidente do legislativo estadual, Josué Neto, à criação do Aliança pelo Brasil tem raízes na dificuldade em conseguir abandonar o PSD por conta do imbróglio em firmar um acordo com os dirigentes da sigla, o senador Omar Aziz, coordenador da bancada do Amazonas no Congresso Nacional e presidente estadual, e Nejmi Aziz, presidente municipal, para deixar o partido amigavelmente, sem o risco de perda do mandato. Caso Josué Neto saia do partido, Nejmi Aziz, que é a primeira suplente do PSD na Assembleia Legislativa, assume o cargo do deputado estadual. Pelo menos, por enquanto, Neto permanece no partido.

Deputado é defensor do presidente

Em dezembro do ano passado, Josué Neto afirmou na tribuna da ALEAM que a política econômica do governo Bolsonaro fará mais pelos pobres do Brasil do que os governos comunistas e socialistas.

Josué se referia à política de corte de juros no país pelo comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central. Em dezembro, a taxa básica de juros (Selic) foi reduzida de 5% para 4,5% ao ano, a menor da história. “(Hoje) qualquer empreendedor consegue adquirir juros mais baixos. E tudo isso para empreender, para promover o consumo (...). E quando se aumenta o consumo, a produção, o comércio, melhora a economia, a moeda circula, e as pessoas que estão naquela faixa de pessoas mais carentes, da linha da pobreza, elas conseguem subir para um patamar de ascensão social (...). Ao contrário do que foi feito no passado, em governos comunistas e socialistas, que se preocupavam apenas com Bolsa Família, apenas com a orientação social.

Correndo contra o tempo

No último sábado (18), o movimento Direita Amazonas  registrou mais de 300 assinaturas para a criação partido  Aliança pelo Brasil, no Amazonas. O Amazonas é responsável por coletar 50 mil assinaturas até o dia 4 de abril para registro do novo partido na Justiça eleitoral.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.