Domingo, 26 de Janeiro de 2020
SEM QUÓRUM

Deputados faltam e Assembleia adia votação de projetos pela 2ª vez

Segundo o presidente da ALE-AM, Josué Neto (PSD), há mais de 60 projetos de leis, de autoria dos parlamentares e do Executivo Estadual, aptos a votação no plenário



images__21__75593281-1519-4B4C-82E7-C558E6DD6D26.jpg Foto: Divulgação
12/12/2019 às 14:25

Sem quórum, o presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas, deputado Josué Neto (PSD) aditou a votação dos projetos de leis que estavam previstos para esta quinta-feira (12). Na quarta-feira, a apreciação dos projetos de lei já tinha sido adiada para hoje pela ausência dos deputados em plenário.

Para iniciar a votação, são necessárias a presença de, no mínimo, 13 deputados. Apenas oito estavam presentes: Alessandra Campelo (MDB), Adjuto Afonso (PDT), Álvaro Campelo (PP), Dr Gomes (PSC), João Luiz (Republicanos) Josué, Serafim Corrêa (PSB), Roberto Cidade (PV).  O deputado Ricardo Nicolau (PSD) chegou no plenário após o encerramento da sessão.



Durante a manhã desta terça-feira, ao ser questionado pela reportagem de A CRÍTICA, Josué negou a existência de atrito entre os deputados estaduais para gerar quórum.

“Acredito que os colegas tiveram o comportamento compreensivo de ir conversar com o governador em exercício Yedo Simões. Temos cinco sessões para atualizar nossa pauta e gostaria de zerar. Vivemos em um ambiente democrático e temos que respeito e compreensão. Da minha parte não há“, disse o Josué Neto.

Segundo o presidente da ALE-AM, até hoje, há mais de 60 projetos de leis, de autoria dos parlamentares e do Executivo Estadual, aptos a votação no plenário. Indagado se pretendia realizar seções extras, o presidente disse que depende apenas do compromisso dos parlamentares.

“Não depende de mim. Se eu pudesse ser o quórum dos 24, mas não é assim que funciona. Somos um colegiado, cada um tem a sua responsabilidade, a sua vontade e liberdade”, disse.

Da tricana, Josué declarou, nesta terça-feira, que a expectativa para votação da Lei Orçamentária Anual (LOA), prevê o orçamento do governo do estado para o ano que vem em R$ 18,923 bilhões, é para próxima quarta-feira, dia 19, a depender da análise das 909 emendas ao projeto de lei que foram apresentadas pelos deputados. Os parlamentares somente entram de recesso após a votação da LOA.

News larissa 123 1d992ea1 3253 4ef8 b843 c32f62573432
Repórter de A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.