Publicidade
Manaus
Manaus

Desarticulada quadrilha de 'chefão' da FDN, na Zona Centro-Sul de Manaus

Sete pessoas envolvidas com a facção criminosa Família do Norte (FDN) foram presas e com elas, R$76 mil em espécie além de 25 quilos de pasta base de cocaína. Em um celular, foi encontrada uma mensagem de texto de Alan Cartimário o 'Nanico' dando ordem para a compra de entorpecentes 30/08/2014 às 14:58
Show 1
Quadrilha foi presa na noite de sexta-feira (29) por policiais da SEAI
Antônio Barros Jr* Manaus (AM)

Dois grupos da mesma facção criminosa, a Família do Norte (FDN) formado por sete pessoas foram presos por policiais da Secretaria Executiva Adjunta de Inteligência (SEAI) na noite de sexta-feira (29), no momento em que  o líder de um grupo de supostos traficantes trocariam entorpecentes com outro grupo da mesma facção na Avenida das Torres, Zona Centro Sul de Manaus.

Eles foram identificados como Marcelo Oliveira Melo , 28, Alexsandro França,38, Richardson Leandro Rodrigues (outro líder de um grupo que faria a troca com Marcelo Oliveira), 29, Weber Façanha Filho, 42, Adriano Paes Barreto, 30, Romer Vilar, 41 e Cleuter Machado Araújo. 

Com eles foram apreendidos ainda R$ 76 mil em espécie, 25 quilos de pasta base de cocaína, quatro armas, duas pistolas de uso restrito da polícia, uma calibre .380, um revólver 38, um Jetta, um Honda Fit e um Corsa.


De acordo com o que explicou o titular da pasta, Thomaz Vasconcelos Dias, as duas partes ja vinham sendo investigadas há meses e na sexta-feira, a polícia teve a informação do encontro. Ele disse ainda que homens possuem ligação com o traficante e pistoleiro Alan Cartimário, o 'Nanico'. Este último, preso no Centro de Detenção Provisória (CDP), de onde ainda comanda o tráfico de drogas para um dos 'braços' da FDN na cidade.

Ainda conforme o secretário, em depoimento os líderes confessaram trabalhar para 'Nanico'. Duante a abordagem, na revista feita em um aparelho celular, que tinha como senha a combinação FDN33, existia uma mensagem de texto (SMS) de Alan, dando ordem para que fosse feita mais compra de drogas.

Após os procedimentos, os sete foram encaminhados para a cadeia pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, no Centro de Manaus.

*Com informações da repórter Joana Queiroz







Publicidade
Publicidade