Publicidade
Manaus
RESULTADO BOM

Escola de Manaus conquista 9ª posição no Brasil no Ideb do Ensino Médio

O Idaam foi a escola mais bem avaliada do Amazonas. O Ideb é o principal indicador da qualidade do ensino básico do país e utiliza uma escala que vai de 0 a 10 06/09/2018 às 15:52 - Atualizado em 06/09/2018 às 18:28
Show idaam bfd7e2a9 cc30 4ec5 b154 c35714e24313
As Escolas Idaam, unidade Djalma Batista, na Zona Centro-Sul de Manaus teve ótima colocação. Fotos: Euzivaldo Queiroz
Amanda Guimarães Manaus (AM)

Uma instituição de ensino do Amazonas ficou, pela primeira vez na história, entre as dez primeiras colocadas no Índice de Desenvolvimento de Educação Básica (Ideb) do Ensino Médio. A mais bem avaliada no Estado pelo indicador do Ministério da Educação (MEC) foi a Escola Idaam, unidade Djalma Batista. O colégio conseguiu na avaliação referente ao ano passado a nona colocação, com a nota 7,6. 

O Ideb é o principal indicador da qualidade do ensino básico do país e utiliza uma escala que vai de 0 a 10. No ranking divulgado na última segunda-feira (10), a unidade Djalma Batista, das escolas Idaam, ficou atrás de instituições do Ensino Médio de São Paulo, Mato Grosso do Sul, Ceará, Piauí, Minas Gerais, Pará, Rio de Janeiro e Pernambuco.

Segundo o Ministério da Educação, a melhor escola do Brasil no Ensino Médio é a Objetivo Colégio Integrado, de São Paulo, que ficou no índice com a nota 8,4. Depois vem o Colégio Classe A Unidade II (8,3), seguido por Ari de Sá Cavalcante Colégio (8,2), Cev. Colégio Unidade Jockey (8,1).

Olhando rapidamente nos dados divulgados pelo Ideb, o Idaam fica na 14ª colocação, mas quando se olha o ranking por notas, a representante do Amazonas vai para a 9ª posição pois algumas instituições dividem a mesma nota/colocação.

A histórica posição das Escola Idaam, unidade Djalma Batista, no ranking do MEC agrada o aluno do terceiro ano da instituição, Leonardo Lages, de 17 anos. Ele afirma que sente orgulho de estudar em uma das escolas mais bem avaliadas do país.

"Primeiramente, sinto um orgulho muito enorme de participar de tudo isso, porque além da escola proporcionar o aprendizado por meio do conteúdo, ela proporciona valores para a gente. A posição da escola no Ideb é resultado de um trabalho muito eficiente", comemorou.

O aluno, que sonha em cursar Medicina em uma universidade pública, comentou que se sente preparado para participar de vestibulares e do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) neste ano. "Eu já tive oportunidade de estudar em outras instituições, mas, realmente, o que o Idaam faz é totalmente diferente e com uma qualidade excepcional. Hoje não vejo outra escola, que tenha essa capacidade de trazer a tecnologia aliada com o conteúdo", disse o estudante.

A professora de Língua Portuguesa, Cínthia Spatola, comenta que o ranking divulgado pelo MEC coloca o Amazonas em uma posição de destaque no cenário educacional no Brasil. A docente trabalha nas Escolas Idaam desde 2007. Na ocasião, a instituição assumiu a administração do Centro Integrado de Educação Christus (CIEC).

"Lá em 2007, o CIEC passou a ser Idaam. Participei deste inicio e da construção de toda a escola. Me sinto orgulhosa, porque este ranking do Ideb é um resultado que coloca o Estado entre os dez melhores, com as melhores notas. Mesmo que a gente não tenha alcançado a nota no Ensino Fundamental, mas estamos entre as melhores do Brasil no Ensino Médio", afirmou.

Primeira colocada no AM

A diretora de supervisão acadêmica, Luciana Araújo, afirmou que o resultado do Ideb deste ano vem sendo conquistado no decorrer da história das Escolas Idaam. Ela destaca que a instituição comemora com honra a ótima colocação no cenário das escolas brasileiras.

"Estamos muito lisonjeados. Tenho certeza que não é novidade este resultado, porque o Idaam vem desenvolvendo desde 2007 uma educação pautada na qualidade, além de incentivar os nossos meninos, mesmo que de maneira heterogênea, a serem os melhores que puderem ser. É uma grande honra para o Idaam representar o nosso Estado em um momento tão ímpar", afirmou a diretora.

Segundo a diretora, o segredo do sucesso das Escolas Idaam, é unir a aprendizagem do aluno dentro de sala de aula e no seio familiar. "Respeitando a maturidade cognitiva e sua faixa etária, fazemos orientação para que eles desenvolvam uma rotina acadêmica fora da escola, e a família é imprescindível. Os nossos clientes estão incluídos nesse projeto pessoal e acadêmico dos filhos deles", disse.

Luciana também destaca que o índice divulgado pelo Ministério da Educação mostra o Amazonas para todo o Brasil. "Isso tudo mostra o Brasil que o Brasil não conhece. O que nos envaidece é saber que esse ranking visto por todos os estrados mostra o Amazonas entre os dez melhores do Brasil. Isso é indiscutível. É um índice oficial do Ministério da Educação e ele mostra que o Brasil que o Brasil não conhece está entre os dez melhores. Por favor, conheça o Amazonas. Temos muito a oferecer", completou a diretora.

Publicidade
Publicidade