Publicidade
Manaus
Manaus

Destino dos flanelinhas será discutido amanhã na Câmara Municipal de Manaus

A sessão visa discutir soluções ao destino dos flanelinhas a partir da implantação do sistema de estacionamento do Centro, denominado Zona Azul 07/09/2015 às 10:45
Show 1
Encontro na CMM visa buscar meios de inserir os flanelinhas no sistema Zona Azul
acritica.com ---

Representantes da Associação dos Guardadores e Lavadores Autônomos de Veículos Automotores do Estado do Amazonas (Aglavam) estarão reunidos, nesta terça-feira (8) na Câmara Municipal de Manaus (CMM) para participar da Tribuna Popular com objetivo de discutir soluções ao destino dos flanelinhas a partir da implantação do sistema de estacionamento do Centro, denominado Zona Azul.

O evento acontece às 9h, é uma iniciativa do vereador Mário Frota (PSDB) e terá como convidado o presidente da entidade, Henrique dos Santos, que, na oportunidade, vem buscar apoio parlamentar para a inserção dos guardadores de carro, visto que apenas 200 deles estão inseridos no Projeto Zona Azul da Prefeitura de Manaus.

Mário Frota reconheceu que o estacionamento rotativo vem em boa hora para organizar o trânsito no Centro da cidade, porém ressaltou que é preciso discutir uma solução para os trabalhadores que ficaram de fora do projeto.

 “Defendo a segurança dos flanelinhas. O Zona Azul deve ser implantado para melhorar o trânsito da cidade, mas qual o destino para os que ficaram de fora do projeto, principalmente os que estão nesse segmento há mais de 20 anos? Precisamos buscar uma solução”, disse o parlamentar.

De acordo com o contrato de implantação da primeira etapa do Zona Azul, assinado em agosto pelo prefeito de Manaus, Arthur Neto (PSDB), um dos principais objetivos da prefeitura é tirar os trabalhadores da informalidade, com expectativa de que 15 mil vagas rotativas sejam inseridas por meio do projeto até o fim de 2015.


Publicidade
Publicidade