Quarta-feira, 17 de Julho de 2019
OPERAÇÃO LEI SECA

Detran-AM apreende 125 veículos no primeiro final de semana de fevereiro em Manaus

No período, foram registradas 250 infrações. Dezoito motoristas apresentaram estado de embriaguez e quatro se recusaram a fazer o teste do bafômetro



car.JPG Foto: Divulgação
05/02/2018 às 16:04

Entre a noite de sexta-feira (2) e a madrugada desta segunda-feira (5), o Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM) abordou, durante a operação Lei Seca, 936 veículos em blitze realizadas próximo das principais bandas de Manaus e em lojas de conveniência dos postos de combustível em Manaus. No período, foram registradas 250 infrações e 125 veículos foram apreendidos, sendo 68 carros e 57 motos.

Dezoito motoristas apresentaram estado de embriaguez e quatro se recusaram a fazer o teste do bafômetro durante as fiscalizações.

Do dia 1º de fevereiro até a madrugada desta segunda (5), uma pessoa foi morta vítima de acidente de trânsito na capital. No ano passado, durante o mesmo período, quatro pessoas morreram durante o mesmo período no ano passado.

Fiscalização em postos de combustíveis

Durante ação realizada na noite de sexta-feira (2) em um posto de combustível na avenida Timbiras, no bairro Cidade Nova, Zona Norte, agentes do Detran-AM apreenderam uma espingarda carregada, calibre 36 com cano cortado. O condutor foi encaminhado ao 6º Departamento Integrado de Polícia (6º DIP), onde foi autuado por porte ilegal de arma de fogo.

Além das fiscalizações realizadas nos postos localizados na avenida Timbiras, lojas de conveniências em postos nas avenidas das Torres, Djalma Batista, Tancredo Neves e Coronel Teixeira também foram alvo das ações.

“Sempre recebemos denúncias da população devido à grande concentração de carros, som em alto volume e consumo de bebidas nesses locais. Nossas fiscalizações estarão concentradas também para garantir o bem-estar das pessoas que moram próximas desses empreendimentos”, afirmou o diretor-presidente do Detran-AM, Vinicius Diniz.

O Detran-AM realiza a operação em parceria com as polícias Civil e Militar para conferir a documentação de motoristas e veículos e o uso obrigatório dos equipamentos de segurança, além de contribuir na prevenção contra a criminalidade.

Multa

Diniz reforça que a principal causa de acidentes no período de Carnaval é a combinação entre álcool e direção. Por isso, o alvo da peração Lei Seca é o condutor que apresentar qualquer índice de álcool por litro de ar, durante o teste.

“Esse condutor será punido com multa no valor de R$ 2.934,70, perda de sete pontos na carteira, recolhimento da CNH e suspensão do direito de dirigir por até 12 meses”, explica.

Nos testes com resultado superior a 0,34mg/l, a situação vira crime de trânsito. A punição nesses casos é detenção de seis meses a três anos, pagamento de multa, recolhimento da habilitação e suspensão do direito de dirigir por até um ano.

*Com informações da assessoria de imprensa.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.