Publicidade
Manaus
Manaus

Detran-AM faz blitz e multa 156 ônibus irregulares em Manaus

Dos 156 ônibus vistoriados, todos tinham alguma irregularidade – 5 foram apreendidos. Nos últimos dias, pelo menos três “pregaram” na cidade 17/09/2015 às 11:30
Show 1
Ônibus estavam com pneus “carecas”, vidros quebrados, portas emperradas e documentação atrasada
VINICIUS LEAL Manaus

Dois dias após vários ônibus em Manaus “pregarem” nas ruas e causarem revoltas na população usuária do serviço, o Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM) fez uma blitz e multou 156 ônibus por apresentarem alguma irregularidade.

Dos 156 ônibus vistoriados na blitz, todos tinham alguma irregularidade – cinco foram apreendidos e proibidos de circular. A ação comelou ainda na madrugada desta quinta (17), às 3h, na av. Autaz Mirim, sentido São José, próximo ao Terminal 5, e terminou nesta manhã, às 7h. Foram 13 agentes trabalhando.

Entre as irregularidades havia pneus “carecas”, vidros trincados ou quebrados, portas de segurança que não fechavam, lacres violados, falta de seguro DPVAT e documento de porte do veículo e licenciamento atrasados. Alguns estavam há mais três anos com licenciamento atrasado, desde 2012.

“Fiscalizamos todos os ônibus que passaram na Autaz Mirim e todos tinham irregularidades”, afirmou o diretor do Detran-AM, Leonel Feitoza. “A fiscalização foi em decorrência dos protestos da população. Ficamos preocupados com a segurança deles e resolvemos fiscalizar o transporte”, disse.

Dos 156 irregulares, cinco não tinham a mínima condição de circularem e foram retirados das ruas. “Apreendemos três (ônibus) articulados e dois normais. Se fôssemos usar a legislação como deve ser aplicada, todos (os 156) seriam apreendidos, mas por questão de bom senso não poderíamos deixar a população ficar sem ônibus”, explicou Leonel.

As empresas de ônibus receberam multas e agora têm prazo de uma semana para reaverem os itens irregulares. “Para cada irregularidade, havia uma multa. Muitos deles receberam de três a sete multas”, disse o diretor do Detran. Se conseguirem regularização, os veículos poderão voltar a circular nas ruas.

Falta de manutenção

A população em Manaus constantemente sofre com ônibus em péssimas condições de uso, o que é causado pela falta de manutenção das empresas, conforme o diretor do Detran. “O problema é a falta de manutenção. Eles têm incentivos do governo do Estado e da prefeitura, mas não fazem a parte que lhes cabe (manutenção)”, disse Leonel.

“O que (as empresas) estão fazendo é falta de respeito com a população, que paga dinheiro para usar o transporte. O ônibus ‘prega’, a população fica no sol esperando outro chegar, que também dá pane mecânica. É um desrespeito”, finalizou Leonel. Há dois dias, vários ônibus em Manaus “pregaram” e alguns usuários fizeram protesto.

Publicidade
Publicidade