Sexta-feira, 19 de Abril de 2019
publicidade
cd73fb5d-2603-4733-8797-5c5eecb80c21_3302FECF-7F63-41DC-A455-B18CD7178268.jpg
publicidade
publicidade

FIM DE SEMANA

Detran-AM flagra 32 motoristas dirigindo sob efeito de álcool no final de semana

A fiscalização também removeu das ruas 78 veículos, sendo 32 carros e 46 motos, e emitiu 258 autos de infração contra condutores por várias irregularidades


04/02/2019 às 12:37

Uma fiscalização do Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM), em conjunto com o Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito de Manaus (Manaustrans) e as polícias Civil e Militar flagrou, entre sábado (2) e a madrugada desta segunda-feira (4) 32 motoristas dirigindo sob o efeito de álcool em Manaus.

A fiscalização também removeu das ruas 78 veículos, sendo 32 carros e 46 motos, e emitiu 258 autos de infração contra condutores por várias irregularidades.

A fiscalização ocorreu nos bairros Parque Dez de Novembro, na Zona Centro-Sul de Manaus, São José, Grande Vitória e Tancredo Neves, na Zona Leste. A ação reuniu aproximadamente 70 servidores das quatro instituições envolvidas. Durante a ação, 38 Certificados de Registro e Licenciamento de Veículos (CRLV) e 41 CNHs foram recolhidos por irregularidades.

O objetivo da ação é promover a ordem e bem-estar social no trânsito, e eventuais autuações quanto ao cometimento de infrações penais. A ação integrada faz parte da estratégia do sistema de segurança pública do Governo do Amazonas para a redução dos índices de criminalidade e ocorrências no trânsito. Os veículos recolhidos foram removidos para o Parqueamento do Detran-AM, localizado no bairro Planalto, na Zona Centro-Oeste de Manaus, até que os proprietários regularizem as pendências.

Lei Seca

A Lei 13.546/17, aprovada em dezembro de 2017, do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), alterada em abril de 2018, estabeleceu mais rigor para o motorista que praticar o homicídio culposo (sem intenção) ou de lesão corporal de natureza grave ou gravíssima, sob o efeito de álcool ou de outras substâncias psicoativas que causem dependência.

Nestes casos, a autoridade policial não poderá mais arbitrar a fiança de imediato, devendo lavrar o auto de prisão em flagrante e comunicá-la ao Judiciário, cabendo ao juiz arbitrar a fiança, o que poderá não ocorrer imediatamente após o momento da prisão. De acordo com o CTB, a penalidade para quem dirige embriagado é de R$ 2.934,70.

*Com informações da assessoria de imprensa

publicidade
publicidade
Ministério da Justiça quer que tecnologia seja usada para detectar motorista drogado
Projeto de lei da Prefeitura pode eliminar 8,4 mil motoristas do Uber em Manaus
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade

publicidade
publicidade

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.