Sexta-feira, 24 de Maio de 2019
CAMPANHA

Detran-AM lança campanha ‘Não transforme o fim de ano em fim da vida’

Até novembro deste ano, 284 pessoas morreram vítimas de acidente de trânsito no Estado, número 13% menor que no mesmo período do ano passado



simulka__o.JPG
Simulação contou com a participação do Corpo de Bombeiros (Foto: Divulgação/Detran-AM)
23/12/2016 às 12:10

Até novembro deste ano, 284 pessoas morreram vítimas de acidente de trânsito no Estado do Amazonas. O número é 13% menor que o registrado no mesmo período do ano passado, mesmo assim ainda preocupa o Departamento Estadual de Trânsito (Detran-AM), que na noite desta quinta-feira (22) lançou uma campanha educativa pedindo aos motoristas amazonenses cautela durante os festejos de fim de ano.

A campanha tem como tema “Não transforme o fim de ano em fim da vida” foi realizada em parceria com Liga Amazonense de Trauma (LAT) e o Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBM-AM), que realizaram na ocasião uma simulação de acidente de trânsito no qual o motorista estava sob efeito de bebida alcoólica. Dois veículos foram utilizados para simular o acidente. As vítimas foram protagonizadas por estudantes de medicina que utilizaram maquiagem para ilustrar as escoriações.

Segundo o diretor presidente do Detran-AM, Leonel Feitoza, o intuito do simulado é impactar a sociedade para os risco dessa mistura no trânsito. “Esses estudantes lidam diariamente com as consequências que a imprudência no trânsito pode causar, realizar esse simulado é uma forma de mostrar para a população esses riscos”, enfatizou Leonel.

Vítimas acidente de trânsito

Durante o evento foi divulgado o balanço de vítimas de trânsito. Até o final de novembro, 284 pessoas morreram em acidentes de trânsito no Amazonas, sendo 202 na capital e 82 em rodovias e no interior do Estado. No mesmo período de 2015 foram 223 vítimas fatais na capital e 88 no interior, contabilizando um total de 321 vítimas fatais no Estado.

Segundo o diretor-presidente do Detran-AM, Leonel Feitoza, em 2016 houve uma queda de 13% em comparação ao ano passado, mas ainda há muito a ser feito para conscientizar a população. “Só vamos conseguir zerar esses números quando cada um tiver consciência e respeitar as leis de trânsito, é importante saber que as minhas ações no trânsito não influenciam somente a mim, mas a todos. Somente com a conscientização de todos poderemos ter de fato um trânsito mais seguro

Infrações

Entre as infrações mais frequentes até o final de novembro deste ano em primeiro lugar está o uso de celular enquanto dirige com mais de 20 mil pessoas autuadas, a segunda infração mais recorrente é conduzir veículo sob efeito de álcool, com 6.241 pessoas multadas e em terceiro lugar conduzir veículos sem Carteira Nacional de Habilitação (CNH), com e 4.987 pessoas notificadas.

*Com informações da assessoria de comunicação


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.