Publicidade
Manaus
Manaus

Detran faz operação Lei Seca nas principais avenidas de Manaus

A blitz do Detran, que foi realizada em pontos estratégicos cas zonas Oeste e Norte, flagrou dois condutores alcoolizados, deteve seis documentos e apreendeu cinco motos e dois carros 22/11/2014 às 09:47
Show 1
Blitz da Lei Seca, na sexta-feira (21), flagrou motoristas dirigindo alcoolizados
Jéssica Vasconcelos Manaus (AM)

O Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM) realizou durante toda a madrugada a blitz da Lei Seca e o resultado mais uma vez foi o flagrante de condutores embriagados dirigindo pela cidade. De acordo com o agente do Núcleo Especializado de Operação de Trânsito do Detran Mauro Alves dois motoristas foram encontrados dirigindo alcoolizados, porém apenas um foi encaminhado para o 18º Distrito Integrado de Policia (DIP), localizado no bairro Novo Israel.

Ainda de acordo com Mauro o outro motorista não foi levado para a delegacia porque o teste de bafômetro indicou que o nível de álcool era de 0,30 miligramas por litro de sangue o que não é considerado flagrante, pois a tabela estabelece que somente a partir de 0,32 miligramas o condutor infringe a lei.

A blitz do Detran foi realizada em pontos estratégicos como nos bairros Novo Israel, Santa Etelvina, avenida do Turismo e Ponta Negra. Além dos dois condutores alcoolizados, seis documentos foram retidos, cinco motos  e dois carros apreendidas e foram realizados oito alto de infração. “Apesar de ainda termos encontrado motoristas alcoolizados temos, sim, percebido uma maior consciência das pessoas”, disse Mauro Alves.

Operação 'Cavalo de Aço' na Zona Norte


Visando diminuir o alto índice de roubos com utilização de motos o Comando de Policiamento  Norte está realizando durante todo o dia de hoje a operação "Cavalo de Aço", na avenida Noel Nutels, Zona Norte.

Até o momento, 12 motoristas foram notificados por estarem sem a documentação do veículo.


De acordo com o comandante da operação tenente Hércules  o aluguel clandestino de motos é uma prática que tem se tornado comum e que tem facilitado o roubos na Zona Norte. "Para ganhar um extra, o proprietário aluga a moto para alguém que não é habilitado e que usa o veículo para praticar crimes", disse o tenente. 

A operação segue até as 17h e conta com o apoio de 22 policiais militares.


Publicidade
Publicidade