Publicidade
Manaus
Manaus

Detran fiscaliza 1.600 veículos e verifica 35 motoristas dirigindo embriagados em blitze na estrada

Duas blitze foram montadas na entrada de Manaus, na rodovia BR-174, e na entrada da rodovia AM-010, que dá acesso ao município de Itacoatiara, onde ocorria o 30º Festival de Canção 07/09/2014 às 22:39
Show 1
Dezenas de veículos se aglomeraram na entrada da cidade por conta da fiscalização
VINICIUS LEAL Manaus (AM)

Aproximadamente 30 mil veículos entraram em Manaus pela barreira rodoviária, que dá acesso à rodovia BR-174, durante todo o dia deste domingo (7), no retorno do “feriadão” de 5 a 7 de setembro. Uma blitz da Lei Seca foi montada no local pelo Departamento Estadual de Trânsito (Detran-AM) a partir das 16h, com mais de 1.600 veículos fiscalizados e 35 motoristas embriagados, até o fechamento deste edição. Outra blitz foi montada na rodovia AM-010.

Dos 35 motoristas pegos dirigindo embriagados, cinco deles foram presos e levados até uma delegacia de polícia por apresentarem níveis de álcool acima de 0,33 miligramas por litro de sangue, onde ocorre infração do artigo 306 do Código de Trânsito Brasileiro. Tais motoristas terão que pagar fiança para serem liberados e poderão, ainda, receberem pena de seis meses a três anos de detenção. Além disso, eles poderão ser multados no Detran em R$ 1.915,40 e perderem o direito de dirigir por 12 meses.

Por conta dessa fiscalização, um grande engarrafamento de veículos se formou ao longo da estrada na entrada de Manaus, do final da tarde e até a noite. Segundo o diretor do Detran-AM, Leonel Feitoza, 30 homens atuaram fiscalizando documentação de carros, carteiras nacionais de habilitação (CNH) e verificando o nível de alcoolemia nos motoristas através de testes de bafômetro. Dez aparelhos de aferição de álcool foram usados.

A leitora do Portal A Crítica Luciana Chagas, que passou pelo local de fiscalização, relatou algumas das irregularidades cometidas pelos motoristas. “Estava muito engarrafado mesmo. A polícia parou uma pick-up com oito pessoas atrás e mais quatro na frente. E o motorista ainda estava bêbado, (ele) achava que ia passar na barreira, mas se topou (sic). A policia mandou descerrem todos. É cada absurdo!”, disse.

Além dessa blitz na barreira, outro ponto de fiscalização foi montado pelo Detran-AM, também a partir das 16h, na entrada da rodovia AM-010, que dá acesso ao município de Itacoatiara, a 177 quilômetros da capital, por conta da realização do 30º Festival de Canção de Itacoatiara (Fecani), ocorrido neste final de semana. Até o fechamento desta edição, 22 veículos foram apreendidos pelos agentes, tanto por alcoolemia quanto por mal estado de conservação e atraso em pagamentos e taxas.

Desde sexta-feira (5), feriado em todo o Estado por conta do Dia de Elevação do Amazonas à Categoria de Província, os agentes do Detran-AM começaram a fiscalizar veículos e motoristas que saíam da cidade pela barreira rodoviária da BR-174. A estimativa era de que 35 mil veículos deixassem Manaus rumo a Itacoatiara, Presidente Figueiredo e Rio Preto da Eva, municípios na Região Metropolitana.

Além desses dois pontos de fiscalização, também foram montadas blitze na barreira da Ponte do Rio Negro, que dá acesso à rodovia Manoel Urbano AM-070 (Manaus-Manacapuru), e também em vários bairros e locais pela capital, como na avenida das Torres e na Praça do Eldorado, bairro Parque Dez, Zona Centro-Sul de Manaus. Um balanço das fiscalizações deverá ser divulgado nesta segunda-feira (8) pelo Detran-AM.

De acordo com o diretor do Detran-AM, Leonel Feitoza, ações em blitz de Lei Seca são necessárias porque geram efeito positivo e reeducam a população. “De 2013 para cá nós diminuímos mais de 52% o número de pessoas embriagadas ao volante. O cidadão está contribuindo e criando consciência. A gente até vê pessoas alcoolizadas dentro dos veículos, mas não na direção”, disse. A Lei Seca entrou em vigor em Manaus há aproximadamente um ano.

Publicidade
Publicidade