Publicidade
Manaus
RECESSO

Dezenove unidades de ensino passam por reparos no recesso escolar em Manaus

Para não atrapalhar o andamento dos dias letivos, nesse período de recesso escolar sete unidades de ensino passarão por reforma e, até o fim do ano letivo, 74 escolas estão na programação para receber serviços 29/06/2017 às 16:01
Show 35442359102 24a400dbf8 k
(Fotos: Divulgação)
acritica.com* Manaus (AM)

Os serviços de manutenção e reparos de unidades de ensino da rede pública municipal foram intensificados nesse período de recesso escolar. Além dos trabalhos nessa época, 19 escolas municipais passaram por reparos no primeiro semestre deste ano. A Secretaria Municipal de Educação (Semed) também realiza, em média, 200 atendimentos de manutenção preventiva e corretiva por mês. Estão entre eles: capinação, lavagem de caixa d'água, manutenção de poço, troca de lâmpada e reator, limpeza de fossa e desentupimento de tubulação de banheiro.

Para não atrapalhar o andamento dos dias letivos, nesse período de recesso escolar sete unidades de ensino passarão por reforma e, até o fim do ano letivo, 74 escolas estão na programação para receber serviços. A Escola Municipal São Benedito, bairro Cidade de Deus, zona Norte de Manaus, é uma das unidades que está recebendo manutenção de pintura, trocas de lâmpadas, descargas novas para banheiro, reparos no telhado, reforma da parte hidráulica e elétrica, com previsão de término até o dia 8 de julho.

De acordo com a gestora da unidade, Adriana Silveira, a ação na escola contribuirá com a qualidade do ensino e aprendizagem dos alunos, favorecendo um ambiente agradável também para os professores. “Todo mundo gosta de estar em um ambiente bonito. A parte estrutural da escola contribui tanto para o pedagógico, quanto para o administrativo. Os alunos e professores vão voltar do recesso e encontrar uma escola mais limpa e organizada. Assim ficarão motivados para trabalhar e estudar”, comentou a gestora.

“As manutenções nas escolas são realizadas continuamente. Devido a essa ação rotineira de manutenção, todas as nossas escolas iniciaram o ano letivo no período correto”, completou o diretor de Engenharia da Semed, Alan Miranda.

Construção de novas unidades

Os US$ 52 milhões, aproximadamente R$ 150 milhões, aprovados para a Prefeitura de Manaus, como empréstimo junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), possibilitarão a construção de 29 unidades escolares e a consequente ampliação de vagas na rede. O financiamento foi solicitado junto ao Banco, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), para a execução do Projeto de Expansão e Melhoria Educacional (Proemem) da rede pública municipal.

A autorização para contratar a operação de crédito foi publicada em maio, no Diário Oficial da União (DOU). Neste mês de junho, a Câmara Municipal de Manaus (CMM) aprovou o Projeto de Lei n° 169/2017, que regulamenta o empréstimo e altera a Lei n° 1.921, que institui o programa no âmbito da Semed. A lei segue para sanção do prefeito Arthur Virgílio Neto e, em paralelo, a autorização para a assinatura do financiamento junto ao BID está em análise pelo Ministério da Fazenda e deve ser publicada em julho, no DOU. Após a assinatura do contrato com o BID, a Semed terá cinco anos para a execução das metas estabelecidas pelo Proemem.

Das 29 unidades escolares previstas, 11 serão escolas municipais de Ensino Fundamental, 11 de Educação Infantil e sete creches.  As novas escolas possibilitarão à Prefeitura de Manaus a redução de prédios alugados para o funcionamento de unidades escolares e ofertarão, aproximadamente, 20 mil vagas.

*Com informações da assessoria de imprensa

Publicidade
Publicidade