Sexta-feira, 24 de Maio de 2019
DOENÇA

Dia 'D' de vacinação contra o sarampo é realizado em 500 postos de Manaus

Até às 18h deste sábado (14), unidades de saúde de todas as zonas da cidade estarão disponibilizando a vacina contra a doença viral.



vacina__o_33333.JPG
A abertura do Dia 'D' foi realizada neste sábado em uma escola da capital (Foto: Winnetou Almeida)
14/04/2018 às 11:12

No Dia “D” de vacinação contra o sarampo, que está sendo realizado neste sábado (14), em Manaus, crianças de 6 meses a 5 anos e 11 meses são o foco. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), 500 postos de vacinação estão funcionando em todas as zonas da cidade. A meta do município é imunizar 201 mil crianças.

O sarampo é uma doença viral, infecciosa aguda, transmissível e extremamente contagiosa, por isso, a importância dos pais e responsáveis em manter o cartão de vacina dos filhos atualizado.

O vice-prefeito Marcos Rotta, que participou do evento de abertura do Dia D, na Unidade Básica de Saúde Arthur Virgílio Filho, no bairro Mutirão, disse que cerca de 25 mil crianças já haviam sido vacinadas por meio do trabalho de visitas nas residências realizadas por funcionários da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), mas a meta é vacinar 201 mil crianças.

“Pedimos a colaboração dos pais para que levem os filhos para serem vacinados (...) vamos atingir a meta de vacinação”, disse.

A Semsa recebeu 250 mil doses da vacina do Governo Federal na semana passada, conforme o secretário da pasta, Marcelo Magaldi. Ele informou, ainda, que pessoas até 49 anos podem procurar uma Unidade Básica de Saúde (UBS) para se vacinar. “Recebemos 250 mil doses e vamos garantir a vacinação, mas precisamos do apoio da população”. 

Casos em Manaus

Conforme o 5º Informe Epidemiológico de Monitoramento do Sarampo em Manaus, 183 casos foram notificados. Mas desse total, apenas seis foram confirmados, um foi descartado e 176 estão sendo investigados.

Ainda segundo o relatório, dos casos notificados, 16 estão na faixa etária de um a cinco meses de idade, o que representa 8,7%. Outros 114 são crianças de seis meses a cinco anos (62,3%), 30 estão na faixa etária de seis a 19 anos.

O sarampo é uma doença contagiosa transmitida por meio de gotículas ao tossir, espirrar, falar ou até mesmo respirar. Segundo o secretário Marcelo Magaldi, a capital amazonense ficou oito anos sem registrar nenhum caso de sarampo e destacou a importância da vacinação.

Confira os endereços dos postos de vacinação no site da Semsa.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.