Quarta-feira, 27 de Outubro de 2021
BOOM NAS VENDAS?

Dia das crianças: lojistas do Amazonas têm expectativa de crescimento nas vendas

A data é a terceira mais importante para o comércio, atrás apenas do Natal e do Dia das Mães



f4f958e6-fa6a-45a7-96a2-0c2bdf638b73_19DA17E4-CDFA-4229-8538-633547E26710.jpeg Fotos: Junio Matos
06/10/2021 às 14:59

A expectativa de consumo para o Dia das Crianças deste ano reforçar a tendência de uma recuperação gradativa no setor do varejo. A data é a terceira mais importante para o comércio, atrás apenas do Natal e do Dia das Mães.

De acordo com o diretor-presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Manaus (CDL Manaus), Ralph Assayag, a pesquisa realizada entre os dias 13 e 17 de setembro, com mais 800 pessoas, indica que o setor deve movimentar mais de R$ 48 milhões.



“Na pesquisa da CDL desse ano em relação ao ano passado, nós vamos ter o brinquedo. Graças a Deus o principal produto procurado, ou que a mães vão levar para os seus filhos. Em 2020, a intenção de compra foi de 23%, neste ano foi muito bom, subiu para 35%”, afirmou o diretor-presidente.

Lista de presentes mais procurados

Além do brinquedo, a lista de intenção de compra é composta por boneco (a) (25,2%); vestuário 22,5%); calçados (15,8%); bola/artigos esportivos (12,1%); instrumento musical (11,2%); carro com/sem controle remoto (10,9%); bicicleta (8,7%); video-games/jogos (10,9%); bicho de pelúcia (8,7%); livros (6,5%); piscina e patins (2,2%); não sabem/não opinaram (2,2%)

O brinquedo também está no topo da lista da pesquisa do Instituto Fecomércio de Pesquisas Empresariais do Amazonas (Ifpeam), realizada no período de 1 a 27 de setembro, com 309 entrevistados.

Segundo o levantamento, 43% dos ouvidos tem a internet de presentear a criança com brinquedos. Em seguida os itens são vestuário (31%); calçados (16%), eletrônicos e/ou eletroeletrônicos (3,1%); perfumaria (2,8%); artigos esportivos (2,1%), celular (1%).

Consumidor mais disposto

O presidente da Fecomércio-AM, Aderson Frota, afirma que apesar da data comemorativa do Amazonas estar passando por problemas de crise financeira causada por aumento de preços nos mais variados setores, o consumidor amazonense ainda apresenta uma alta intenção de compra no Dia das Crianças.


Foto: Junio Matos

“Nesse Dia das Crianças estamos ainda vivenciando alguns problemas de crise provenientes de aumento de preços de combustível, de energia elétrica, de alguns produtos. E isso, está causando ondulações de problemas na economia. Mas eu quero dizer que 92% das pessoas que foram entrevistadas, pretendem realizar uma compra no Dia das Crianças”, destacou Frota.

Locais de compra

Em ambas as pesquisas da CDL Manaus e da Fecomércio, os lugares onde os consumidores pretendem realizar suas compras predominam nos shoppings centers e centro da cidade. Mas ainda há poucas pessoas que pretendem comprar pela internet.

Limite de gastos

Quando indagados em relação aos consumidores pretendem gastar com os presentes, a pesquisa da Fecomércio-AM constatou que 46% esperam gastar entre R$ 101 e R$ 200; seguido de 38%, que esperam gastar entre R$ 51 a R$ 100.

Já a pesquisa da CDL Manaus, indica que a estimativa é que 55,1% dos entrevistados gastem até R$ 100; seguidos de 42,9% de R$ 101 até R$ 500; 2% de R$ 501 até R$ 999

Cartão de crédito como forma de pagamento

Os dois levantamentos das entidades do comércio e varejo indicam que o cartão de crédito é a forma de pagamento mais utilizada pelos entrevistados. Nas pesquisas, 47% das pessoas ouvidas pretendem usar o cartão de crédito para realizar a compra. Outras formas que aparecem em ambos estudos são: cartão de débito; dinheiro; cartão da loja e via PIX.

News b9c859f0 b845 415e 97aa d9fe4eb65dc1 96581f6b 36a1 4a7c a5d9 8f8c56b0b256
Repórter de A Crítica
Amazonense, nascido e criado em Manaus. Graduado em Jornalismo e mestrando em Antropologia Social, ambos pela Universidade Federal do Amazonas (Ufam).

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.