Publicidade
Manaus
DIA DE SUFOCO!

Mesmo programada, interrupção de água surpreende moradores de Manaus

Abastecimento foi interrompido para manutenção programada e pegou muitos manauaras desprevenidos 03/05/2017 às 16:46
Show aparecida
Foto: Aguilar Abecassis
Isabelle Valois Manaus (AM)

Mesmo programada, a parada de abastecimento de água desta quarta-feira (03), em Manaus, pegou muitas pessoas de surpresa. A interrupção foi por conta da manutenção preventiva na subestação do Complexo Ponte do Ismael, na Compensa, Zona Oeste, e começou por volta das 6h. A costureira Maria Aparecida de Souza Mello, 64, se assustou ao abrir a torneira da cozinha da casa dela para dar início ao preparo do almoço e não encontrar água.

Aparecida mora no São Geraldo, Zona Centro-Sul, um dos mais de 80 bairros que teve o abastecimento interrompido. Diferente de outros bairros, a água no São Geraldo só foi interrompida depois das 10h. “Levantei cedo para chamar meu neto para se arrumar pra escola. Tanto ele como eu tomamos banho, até estava preparando a máquina para lavar algumas roupas, limpei a casa, mas quando fui começar a cozinhar não havia mais água na torneira. Se avisaram sobre a suspensão do abastecimento, eu não vi”, disse.

A costureira foi pega de surpresa que nem o camburão que fica na parte superior da casa onde ela mora, foi abastecido. “Realmente não estava preparada para a falta de água. Agora o jeito será esperar o retorno do abastecimento”, comentou. 

Assim como Aparecida, o aposentado Antônio Corrêa, 73, morador da rua 1º de maio, no bairro Presidente Vargas, Zona Sul, também foi pego de surpresa com a interrupção da água. Para cumprir com os afazeres domésticos, o aposentado decidiu comprar quatro garrafões de água mineral. Foi desta água que ele e a família conseguiram tomar banho e cozinhar. “Estamos nos programando para colocar uma caixa de água na parte superior da nossa casa para evitar esse tipo de situação, pois ficar sem água é bem difícil. Temos nossos deveres domésticos a serem cumpridos e sem água tudo fica atrasado”, explicou.

Para nunca mais ser pega de surpresa, a aposentada Rosalina Brito, 74, também moradora do bairro Presidente Vargas, contou que sempre armazena água em alguns baldes dentro da própria casa. “Como a minha família vende diariamente refeições, não tem como ficarmos sem água. Para evitar gastos com a compra de garrafões de água em situação atípicas como essa, nós decidimos sempre manter a água armazenada”, reforçou.

Parada programada
Conforme a Manaus Ambiental, a parada programada foi para realizar uma manutenção preventiva na subestação elétrica, no Complexo Ponta do Ismael,  na Compensa, Zona Oeste. A concessionária informou que o serviço se faz necessário para garantir o abastecimento de água e assegurar a eficiência e o bom funcionamento dos seus equipamentos.

 

Publicidade
Publicidade