SORORIDADE

Dia Internacional da Mulher deve ser marcado por luta e debates em Manaus

Ato público vai reunir mulheres em defesa da democracia na sexta-feira (6), no Largo de São Sebastião. Museu Amazônico vai receber debate descontraído, com poesia, dança, artes visuais, ciência, entre outros

Izabel Guedes
04/03/2020 às 10:01.
Atualizado em 10/03/2022 às 10:50

(Foto: Arquivo/A Crítica)

No próximo domingo (8), será comemorado o Dia Internacional da Mulher e uma série de programações alusivas acontece a partir de sexta-feira (6) em diversos pontos de Manaus. As iniciativas, de ONGs e órgãos ligados à temática, visam chamar a atenção da sociedade e das próprias mulheres sobre seus direitos e assuntos relacionados a elas.

Um ato público, envolvendo entidades unificadas de todo o Brasil, vai acontecer no Centro de Manaus. A ação prevista para ocorrer a partir das 17h no Largo de São Sebastião, na sexta, tem como tema “Mulheres, democracia, paz e trabalho”.

“Em cada capital, as entidades unificadas estão com chamadas diferentes, mas todas têm girado em torno da democracia. Sem democracia, cairemos no obscurantismo e tenderemos a voltar à invisibilidade, ao confinamento e ao silêncio. As medidas tomadas em relação à saúde da mulher são mais absurdas possíveis e também estarão em pauta nesse manifesto”, disse Vanja Santos, presidente nacional da União Brasileira da Mulher (UBM).

O ato vai contar com várias outras entidades engajadas no tema, assim como no debate que vai ocorrer no Museu Amazônico. A ideia, segundo os organizadores, é promover um momento de descontração e debates em torno do tema sobre as mulheres, mediante poesia, dança, artes visuais, ciência, entre outros.

“A intenção é criar oportunidades para o diálogo desse tema, a partir de um encontro com mulheres de experiências diversas. Não se trata de um evento puramente acadêmico. É um encontro alegre onde vamos poder dialogar sobre o tema com artistas, policiais, cientistas, pesquisadoras e muitas outras”, explicou a professora Carolina Brandão, representante do museu no evento.

O evento vai ser gratuito e começa as 8h30 da manhã, no Museu Amazônico, localizado no centro da cidade. No local, além das temáticas já citadas, será feita a apresentação do funcionamento do projeto Ronda Maria da Penha da Policia Militar do Amazonas, que visa combater a violência doméstica e familiar contra a mulher.

Assuntos
Compartilhar
Sobre o Portal A Crítica
No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.
© Copyright 2022Portal A Crítica.Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por
Distribuído por