Quinta-feira, 22 de Agosto de 2019
Aplicativo

Dia Mundial de Luta Contra Aids em Manaus é marcado pelo lançamento de aplicativo

A plataforma foi desenvolvida com objetivo de tirar dúvidas e auxiliar jovens, que compõem a faixa etária com maior incidência da doença



unnamed.jpg O evento de lançamento do aplicativo foi realizado na sede do Governo, na avenida Brasil, bairro Compensa, Zona Oeste (Foto: Silane Souza)
01/12/2016 às 12:05

Em Manaus, o Dia Mundial de Luta Contra Aids, comemorado nesta quinta-feira (1), foi marcado pelo lançamento do aplicativo “Viva Mais App”. A plataforma lançada pelo Governo do Estado foi desenvolvida com o objetivo de auxiliar os jovens, que compõem a faixa etária que apresenta maior incidência da doença, a tirar dúvidas sobre métodos de prevenção, diagnóstico e tratamento.

O evento de lançamento do aplicativo foi realizado por volta 10h30, na sede do Governo, na avenida Brasil, bairro Compensa, Zona Oeste, e marcou também a abertura das atividades do mês de luta contra Aids, “Dezembro Vermelho”, que ocorre em todo o mundo, como alerta para a prevenção e conscientização sobre o tema.

O diretor técnico da Empresa Processamento de Dados Amazonas S.A. (Prodam), Daniel Martinez, explicou que o aplicativo está disponível para o sistema operacional Android. Um dos diferenciais do app está no fato de ser colaborativo. "O próprio usuário pode sugerir inclusão de informações e novos comandos", disse .

No “Viva Mais App”, o usuário fez o seu login e responde a um "quiz", questionário em que será possível analisar o grau de risco e vulnerabilidade do usuário em relação ao HIV e outras Infecções Sexualmente Transmissível (IST).

Alem disso, o aplicativo conta com um "feed" de notícias interativo, com toda as novidades sobre HIV/Aids. O usuário também poderá saber a localização de serviços de saúde para diagnóstico e tratamento do vírus.

O novo aplicativo foi idealizado pela Secretaria Estadual de Saúde (Susam), por meio da Coordenação Estadual de DST/AIDS e Hepatites Virais, que atua vinculada à Fundação de Medicina Tropical Dr Heitor Vieira Dourado (FMT-HVD). O projeto tem a parceria do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), por meio do programa Viva Melhor Sabendo Jovem.

Também nesta quinta-feira, a Coordenação Estadual de DST/Aids e Hepatite Virais deu início a programação da campanha, que este ano tem como tema "Eu me importo. E você?". No Amazonas, as ações ocorrerão em todos os 62 municípios, onde as Secretarias Municipais de Saúde estarão intensificando o trabalho de prevenção, com oferta de testes rápidos, palestras, distribuição de preservativos masculinos e folders informativos.  

De acordo com a diretora presidente da Fundação de Medicina Tropical Doutor Heitor Vieira Dourado, Graça Alecrim, a campanha deste ano chama atenção para a mudança de atitude e comportamento da população em relação às pessoas que vivem com HIV/Aids. "Esse tema reforça a importância do acolhimento e estimula a adesão ao tratamento das pessoas com HIV/Aids".

De acordo com dados do Departamento Nacional de DST/Aids e Hepatite Virais, o Amazonas registrou 15.149 casos de Aids, no período de 30 anos (de 1986 a agosto de 2016). Já no período de 1986 a 2014, o número de óbitos no Estado foi de 2.557 casos.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.