Publicidade
Manaus
Fumo

Dia Nacional de Combate ao Fumo terá programação especial em Manaus

Segundo o diretor-presidente da instituição, cirurgião oncológico Marco Antônio Ricci, a ideia é passar a mensagem da importância da atividade física na prevenção do câncer e demais doenças associadas ao sedentarismo, 26/08/2016 às 12:42
Show combate ao fumo 1462245
acritica.com

Em alusão ao dia Nacional de Combate ao Fumo, a Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCecon), unidade vinculada à Secretaria de Estado da Saúde (Susam), promove, na próxima segunda-feira (29) uma atividade abrangendo várias modalidades esportivas e de lazer, às 7h30, na Vila Olímpica de Manaus – avenida Pedro Teixeira, bairro Dom Pedro, zona Oeste.

Segundo o diretor-presidente da instituição, cirurgião oncológico Marco Antônio Ricci, a ideia é passar a mensagem da importância da atividade física na prevenção do câncer e demais doenças associadas ao sedentarismo, além de chamar a atenção para um dos principais fatores de risco das neoplasias malignas: o tabagismo.

A ação será coordenada pelo Departamento de Prevenção e Controle do Câncer (DPCC) em parceria com a Coordenação Estadual do Programa Nacional de Controle do Tabagismo e Outros Fatores de Risco do Câncer, ambos vinculados à Fundação. Estão previstas sessões de treinos funcionais, atividade aeróbica, aulas de dança, circuito de caminhada, sorteios de brindes e distribuição de lanches. A expectativa é que participem atletas e frequentadores do local.

De acordo com a chefe do DPCC, enfermeira Marília Muniz, este ano o tema abordado será: “Esporte sem cigarro e mais radical”. Na ocasião, membros da FCecon repassarão aos participantes informações sobre os fatores de risco do câncer e a influência do cigarro no aparecimento de neoplasias malignas. As substâncias que compõem o cigarro potencializam, segundo ela, o aparecimento de cânceres como o de bexiga, boca, traqueia e pulmão - este último em maior proporção, já que o fumo está relacionado à maioria dos casos desse tipo da doença.

De acordo com o coordenador estadual do Programa de Nacional de Controle do Tabagismo, cardiologista Aristóteles Alencar, o Dia Nacional de Combate ao Fumo, comemorado em 29 de agosto, tem como objetivo reforçar as ações nacionais de sensibilização e mobilização da população para os danos sociais, políticos, econômicos e ambientais causados pelo tabaco. Criado em 1986, pela Lei Federal 7.488, o Dia inaugura a normatização voltada para o controle do tabagismo como problema de saúde coletiva.

Para aproveitar o momento de valorização do esporte no Brasil devido aos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016, o tema das ações este ano é relacionado ao esporte e possui como slogan ' #MostreAtitude: sem o cigarro sua vida ganha mais saúde'. A prática de atividade física é importante fator de proteção para diversas doenças, em especial as crônicas não transmissíveis, como o câncer.

A campanha tem como foco o público jovem e adulto (aproximadamente de 13 a 35 anos), de ambos os sexos, fumantes ou não. A opção por focar no público jovem é parte da estratégia para prevenir a experimentação e a iniciação (que ocorrem, principalmente, entre adolescentes e jovens, aproximadamente dos 13 aos 25 anos).

Associação desse tema com o controle do tabaco pode potencializar o alcance dos seguintes objetivos, segundo o especialista:

Prevenção da iniciação

O  esporte pode manter os jovens longe do tabaco pela preocupação em manter a boa saúde e por favorecer a socialização.

Apoio à cessação - a prática de atividade física é um aliado importante no processo da cessação do tabagismo.

Promoção de ambientes livres de fumaça do tabaco - disseminar a ideia de incoerência do uso de tabaco em locais utilizados para prática de esportes, assim como reforçar a implementação da legislação Nacional sobre ambientes livres de fumo (Lei12.547/11).

*Com informações da assessoria de comunicação.

Publicidade
Publicidade