Publicidade
Manaus
Manaus

Diretor-presidente do Sebrae diz que empreendedorismo será alternativa no AM

Em visita à Manaus para o lançamento da novela “Dentro de Mim Mora um Sonho”, que estimula empreendedorismo na Amazônia, Luiz Barretto, disse que o empreendedorismo será uma grande alternativa de inclusão produtiva e geração de emprego e renda no Amazonas 05/10/2013 às 11:24
Show 1
A novela foi lançada oficialmente ontem pelo órgão e será exibida irá ao ar a partir do dia 21 deste mês em todo País
Olívia de Almeida ---

O diretor-presidente nacional do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae Nacional), Luiz Barretto, em visita à Manaus para o lançamento da novela “Dentro de Mim Mora um Sonho”, que estimula empreendedorismo na Amazônia, disse que o empreendedorismo será uma grande alternativa de inclusão produtiva e geração de emprego e renda no Amazonas.

“O empreendedor hoje tem mais anos de estudo, antes a maioria tinha até o ensino fundamental, enquanto hoje é ensino médio e até superior”, afirma o presidente do Sebrae.

Barretto informou que no próximo ano, a expectativa é que a quantidade de Microempreendedores Individuais (MEIs) chegue a 4,3 milhões no Brasil, ultrapassando o número de Micro e Pequenas Empresas (MPEs). Na opinião do dirigente do Sebrae, o empreendedorismoa é uma tendência que deve continuar pela vontade de ser dono do seu próprio negócio, aumento no mercado interno consumidor e, inclusive evolução na educação do País, que contribuiu para que houvesse uma mudança no perfil do empreendedor. De acordo com ele, nos últimos anos, tem aumentado a taxa de sobrevivência de um negócio nos dois primeiros anos de vida, que há 10 anos era de 50%, e hoje passou para 73%.

Ele revelou que uma das maiores causas de mortalidade das empresas é confundir o dinheiro pessoal com o da empresa. “Nós viemos de uma cultura do trabalho formal, de receber todo mês o salário e você reproduz isso na sua empresa, mas ela requer investimento, e muitas vezes o retorno de capital demora mais que 24 meses”, explicou.

E empreender no Brasil e, principalmente no Amazonas é uma tarefa nada fácil, devido às dificuldades logísticas vividas pela população do interior do Estado. “Mas não é impossível, o Amazonas é um povo empreendedor, que consegue superar as dificuldade daqui e aproveitar as dificuldades”, comentou o dirigente.

E, para quem pensa em empreender, Luiz Barretto destacou que o setor de serviços pode ser uma boa pedida. “O Brasil caminha hoje para aumentar a sua área de serviços, principalmente no segmento de saúde e beleza, agronegócios, petróleo e gás, que é uma tendência forte para a economia brasileira”, apontou.

Parceria

Segundo Luiz Barretto, a secretaria da Micro e Pequena Empresa, mais recente ministério do governo Dilma Rousseff, é visto como um parceiro do Sebrae. “O ministro Guilherme Afif Domingos conhece há 30 anos o segmento, e com poucos meses de trabalho pude sentir uma forte sinergia, posso afirma que ele é como um advogado permanente no governo, funcionando como um balcão único para todas as nossas reivindicações”, disse o presidente nacional do Sebrae.

Publicidade
Publicidade