Segunda-feira, 17 de Junho de 2019
FEMINICÍDIO

Discussão que terminou com morte de jovem iniciou por bebedeira do companheiro

Jeferson da Silva Pinto, 25, confessou que matou Stefane Rocha Chaves, 20, a facadas na Zona Leste de Manaus. Ela tinha planos de retornar ao Maranhão, seu estado natal, para se livrar do relacionamento conturbado



WhatsApp_Image_2019-04-04_at_15.16.21_EA905767-0A75-4299-BBAF-9658A994B404.jpeg Foto: Rita Ferreira
04/04/2019 às 15:56

As bebedeiras de Jeferson da Silva Pinto, 25, foram a causa da discussão que terminou com a morte da companheira dele, Stefane Rocha Chaves, 20, no último dia 5 de março, na residência onde o casal morava na rua Primeiro de Maio, comunidade Nova Vitória, bairro Gilberto Mestrinho, Zona Leste de Manaus.

A informação foi divulgada pelo delegado adjunto da DEHS, Charles Araújo, na tarde desta quinta-feira (4), durante a apresentação de Jeferson. O acusado confessou o crime e disse que o motivo teria sido banal. Jeferson desferiu diversas facadas contra a companheira.

“Eles estavam discutindo por causa das bebedeiras dele. Ele passou o dia todo consumindo bebida alcoólica e isso fez com que gerasse essa discussão entre eles, aí ele se armou da faca e, infelizmente, cometeu esse crime”, relatou o delegado.

De acordo com investigações da polícia, Stefane tinha planos de voltar para o estado de origem, o Maranhão, a fim de se livrar do relacionamento conturbado que mantinha com Jeferson.

Na Delegacia, o acusado disse que se escondeu na casa de diversos conhecidos porque estava com medo de ser morto. A Polícia chegou a procurá-lo em outros municípios, mas Jeferson estava escondido em Manaus.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.