Publicidade
Manaus
Manaus

Documentos perdidos durante festa de Natal na praia da Ponta Negra podem ser recuperados

Muita gente perdeu documentos no Complexo Turístico da Ponta Negra, na Zona Oeste de Manaus. Todos podem ser recuperados em loja de conveniência no local 25/12/2015 às 20:10
Show 1
CNH, RG, cartões de crédito e de débito estão entre os documentos
Silane Souza Manaus

A Carteira Nacional de habilitação (CNH) de Eluma Ellen Silveira Carvalho, 27, e a de André da Costa Filgueira, 31, bem como, o Registro de Nascimento (RG) de Rossini Azevedo da Silva, 54, poderão ser resgatados na loja de conveniência Ponta Negra, situada no Complexo Turístico de mesmo nome.

Além desses documentos, também podem ser recuperados no local pelos donos, os cartões (crédito e débito) de Fábio Farias dos Santos, Keirin J. P. Machado, Mateus Alberto Vasconcelos Silva e Garrido Comércio D, Sandrinha Salazar e Jesse Monteiro.

De acordo com a gerente da loja de conveniência Ponta Negra, Marilene Ramos, os documentos e os cartões foram deixados no local por pessoas que os encontraram perdidos no entorno do Complexo Turístico. “As pessoas acham os documentos e deixam aqui para vê se os donos vêm pegar, mas nunca ninguém veio”, relatou.

Marilene enfatizou que para aquela pessoa que perdeu seu documento ou cartão de crédito/débito na praia da Ponta Negra e está com o nome citado nessa matéria e quiser reavê-lo é só comparecer a loja, que funciona de 8h às 24h.

Feriado

A chuva que caiu logo pela manhã de ontem na cidade não intimidou os frequentadores da praia da Ponta Negra. Apesar do clima frio, diversas pessoas saíram de suas casas para aproveitar o Natal no Complexo Turístico. “Viemos para tomar banho e aproveitar esse momento com a família”, afirmou o autônomo Jailton Oliveira, 35.

Quem também aproveitou o feriado para ir à praia da Ponta Negra, foi à administradora Rizoneide Monteiro, 30. Ela e pelo menos 20 amigos, que são Testemunhas de Jeová, tomaram café da manhã no local. “Durante a chuva ficamos no anfiteatro tomando café, que trouxemos, agora, depois que o tempo abriu um pouco viemos para a praia”, declarou.

Rizoneide ressaltou que a sua religião não comemora o Natal, primeiro porque a Bíblia não especifica o dia em que Jesus nasceu, e segundo, porque as ações que geralmente são feitas no Natal deveriam ser realizadas o ano todo e não apenas em um único dia. Mas o grupo aproveitou a data para se reunir. “Nós também viemos fazer uma confraternização entre irmãos, aproveitar que hoje (ontem) é feriado”, disse.

Publicidade
Publicidade