Publicidade
Manaus
Manaus

Dois dias depois de incêndio que consumiu prédios no Centro, bombeiros ainda atuam no local

Trabalho de rescaldo foi encerrado às 17h. Entretanto, ainda serão realizadas vistorias de duas e duas horas para verificar se há retorno do fogo. 'Mas, já consideramos encerrados esse trabalho', anunciou agora há pouco o tenente Janderson Lopes 02/10/2015 às 17:52
Show 1
Equipes dos bombeiros se revezam para atuar na ação de rescaldo, que já dura mais de 48 horas
acritica.com Manaus (AM)

Mais de 50 horas depois de três prédios serem destruídos por um incêndio de grandes proporções na rua Leovegildo Coelho, próximo à Igreja dos Remédios, no Centro Histórico de Manaus, agentes do Corpo de Bombeiros continuam no local. Entretanto, o trabalho de rescaldo foi finalizado por volta das 17h de hoje (2).

"Faremos apenas vistorias de duas e duas horas para verificar se há retorno. Mas, já consideramos encerrados esse trabalho", anunciou agora há pouco o tenente Janderson Lopes.

Mais cedo, o tenente Marco Antônio Gama informou que uma guarnição do efetivo continuaria no local por tempo indeterminado, apesar de acreditar que a ação terminaria no fim da tarde desta sexta-feira (2). Conforme o tenente, o motivo é que ainda ainda havia rescaldo do incêndio, pois os prédios tinham muitos materiais inflamáveis.

Durante esta madrugada, o deputado estadual Augusto Ferraz - dono da distribuidora onde o sinistro começou, motivado provavelmente por um curto-circuito em um dos aparelhos de ar condicionado -, conseguiu um caminhão do tipo muck para retirar parte do teto de alumínio.

Dois carros de combate permaneciam no local, que foi completamente destruído. O prejuízo ultrapassa a marca de R$ 5 milhões.

*Atualizada às 17h45


Publicidade
Publicidade