Quinta-feira, 25 de Abril de 2019
publicidade
1.jpg
publicidade
publicidade

Manaus

Dois registros de mortes no IML durante a madrugada

Wilson da Silva Gutierrez, de 38 anos, foi morto com um tiro na costa na Zona Leste e o corpo de Roberto Braga da Costa, de 28 anos, foi encontrado em via pública na Zona Sul


18/04/2013 às 08:26

Durante a madrugada desta quinta-feira (18), um homem foi morto com um tiro na costa na rua Monte Negro, bairro Jorge Teixeira, 4ª Etapa, Zona Leste de Manaus. O corpo foi identificado como sendo de Wilson da Silva Gutierrez, de 38 anos.

As informações são da assessoria de imprensa da Polícia Civil do Amazonas. O crime foi registrado pelo Centro Integrado de Operações de Segurança (CIOPS), por volta de 2h08, por moradores do local que ouviram o barulho do tiro.

O caso foi encaminhado ao 30º Distrito Integrado de Polícia (DIP) e será investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios de Sequestros (DEHS). De acordo com a polícia, por enquanto, não há pistas sobre os suspeitos e nem a motivação do crime.

publicidade

Corpo encontrado

Um corpo de Roberto Braga da Costa, de 28 anos, foi encontrado por volta de 0h49 desta quinta-feira (18), na rua Santa Clara, no bairro Morro da Liberdade, Zona Sul da cidade.

O corpo estava jogado em via pública e populares que passavam pelo local acionaram a polícia. Roberto foi identificado posteriormente no Instituto Médico Legal (IML) por familiares e, segundo eles, a vítima seria usuário de drogas.

De acordo com a polícia, há suspeitas que Roberto tenha morrido em virtude de uma overdose. O laudo de necropsia identificará as causas da morte.

publicidade
publicidade
Homem prova inocência mais de dois anos após ser preso por homicídio
Corpo é encontrado no Distrito Industrial com bilhete: 'Devia o Tio Patinhas'
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade

publicidade
publicidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.