Domingo, 19 de Maio de 2019
INVESTIMENTO

Confira algumas opções de microfranquias que custam até R$ 50 mil

A diferença entre uma franquia e uma microfranquia é o valor de investimento baixo e a projeção de aumento do lucro ao longo do tempo



violetta.JPG
A microfranquia Violletta trabalha com venda direta de confecções , focada em mulheres da classe B e C, entre 25 e 45 anos
24/12/2016 às 05:00

As microfranquias são ótimas oportunidades para se investir uma pequena quantidade de dinheiro e ter um retorno rápido. A diferença entre uma franquia e uma microfranquia é o valor de investimento baixo e a projeção de aumento do lucro ao longo do tempo. Confira algumas na seleção do +Dinheiro.

Umas franquias baratas é a Dr. Jardim - que fornece serviços voltados à jardinagem e a manutenção de piscinas com profissionais qualificados, uniformidade e padronização em soluções técnicas disponíveis.

A microfranquia oferece  manutenção de jardins que englobam poda, corte de gramado, cronograma de adubação, controle de pragas e doenças e revitalização e renovação de canteiros.

Na piscina, é feito a correta sanitarização através do tratamento físico e químico. E o Dr. Jardim ainda faz tratamento de solo.

O investimento é de R$ 15 a 30 mil da taxa de implantação que varia de acordo com total de habitantes da cidade podendo chegar no máximo num investimento total de R$ 50 mil numa cidade por exemplo com 500  mil habitantes como Manaus. Com retorno até o final do primeiro ano da franquia.

Já a microfranquia Violletta, aposta em um mercado sempre aquecido como o da moda, que movimentou R$ 200 bilhões somente em 2016. A rede chega com uma proposta inovadora, apostando em vendas diretas. 

Desenvolvido por Rebeca Pinto, a nova microfranquia possui diferenciais que chamam atenção de quem busca empreender em um modelo de negócio versátil, lucrativo e de investimento acessível, a partir de R$ 10 mil. Segundo a empresária, a franqueada Violletta poderá gerenciar seu horário da forma que lhe for mais conveniente, tendo a vantagem de trabalhar com modelos exclusivos e roupas com alto padrão de qualidade no que diz respeito a modelagens, tecidos e tendências de moda. “Cada franqueada terá uma mala personalizada, que pode ser transportada com muita facilidade, permitindo que as roupas sejam mostradas na casa da cliente, que é o ambiente em que ela mais se sente confortável”, destaca Pinto.

A Violletta traduz a franquia do futuro, já que proporciona total flexibilidade em horários e locais, permite que o franqueado não tenha alto custo fixo com alugueis de ponto comercial e ainda garante total comodidade para o cliente na hora de realizar a compra.

O público alvo da Violletta são mulheres, na classe B e C, entre 25 e 45 anos, que buscam um atendimento diferenciado, produtos únicos e com qualidade com atendimento exclusivo.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.