Domingo, 19 de Maio de 2019
Nova cúpula

Secretaria de Segurança aponta desafios com mudanças na PM e no comando da Seap

Segundo o secretário Sérgio Fontes, o combate ao crime organizado continuará sendo reforçado e diz que concursos públicos para PM, PC e Bombeiros são necessários



FONTES.JPG
Sérgio Fontes elogiou a atuação dos ex-chefes e afirmou que as mudanças são naturais. (Winnetou Almeida)
29/01/2017 às 05:16

As mudanças na cúpula da Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) ocorridas durante o mês de janeiro devem dar uma “cara mais nova” ao sistema que passou pela maior crise no inicio deste ano, banhada de sangue, fugas em massa e ameaças de greve. 

O massacre no Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), Unidade Prisional do Puraquequara (UPP) e na cadeia pública Raimundo Vidal Pessoa deixaram marcas difíceis de serem superadas: em uma semana foram registradas 65 mortes apenas nas unidades prisionais e a fuga de pelo menos 225 detentos. 

Com isso, a crise no sistema penitenciário provocou  pelo menos três importantes mudanças no cenário da Segurança Pública no Estado. Na Polícia Militar, o comandante David Brandão foi noemado para suceder ao comandante Augusto Sérgio Farias. Na Polícia Civil, Francisco Sobrinho foi substituído por Frederico Mendes. E na Secretaria da Administração Penitenciária (Seap), que embora não esteja diretamente ligada à SSP, mas que cuida do sistema prisional, Pedro Florêncio deu lugar ao coronel Cleitman Coelho, que até então era o comandante de Policiamento Especializado (CPE). 

O secretário de Segurança Pública, Sérgio Fontes, elogiou a atuação dos ex-chefes e afirmou que as mudanças são naturais, conforme a necessidade do Governo. Para Fontes, tanto o ex-comandante da PM quanto o ex-delegado geral realizaram um trabalho excepcional e reafirmou que o combate ao crime organizado continuará sendo realizado. “Vamos trabalhar muito para retomar a tranquilidade na cidade, continuar reduzindo crimes, principalmente os homicídios. Ano passado tivemos uma redução de 20% e agora vamos dar um gás a mais para que isso continue acontecendo”, destacou. 

Concurso Público

Segundo Sérgio Fontes, a realização de concursos públicos para a PM, PC e Corpo de Bombeiros é uma necessidade, visto o déficit de homens nas corporações, e explicou que aguarda sinais de controle da economia para abrir os certames. “É uma necessidade grande. Só a PM deveria ter pelo menos 15 mil homens, para atender a capital e o interior. Nós estamos preparando os editais e assim que houver a possibilidade econômica, com certeza faremos”, afirmou. 

Questionado sobre a crise que se instalou no Sistema Prisional, Sérgio Fontes defendeu que do ponto de vista técnico, não houve falhas da Segurança Pública, mas que em todo o País, o sistema já vinha apresentando sinais de colapso. “Do ponto de vista técnico, não fizemos nada de errado, pelo contrário,  trabalhando mais, prendemos mais e atuamos nas consequências. Vamos intensificar o ritmo de trabalho e garantir  controle da segurança”, afirmou. 


Desafio do novo Comando

Depois de seis meses no Comando da PM, o coronel Augusto Sérgio Farias foi substituído pelo coronel David de Souza Brandão. Brandão firmou o compromisso de intensificar a PM nas ruas devolver a sensação de segurança para a população.    “Essa é uma das minhas missões como comandante: ajudar na devolução da sensação de segurança”, ressaltou  ele, acrescentando que uma das medidas a ser tomadas é aumentar a visibilidade da polícia nas ruas, com viaturas em locais estratégicos, além de intensificar o policiamento ostensivo a pé não só no Centro, mas em outros pontos comerciais da cidade. Para o subcomando da PM foi nomeado o coronel Walter Rodrigues da Cruz.

Novas operações

O novo delegado geral da Polícia Civil é um policial experiente, com mais de 30 anos de carreira. O delegado Frederico de Souza Marinho Mendes, 54, chega ao comando da PC pela segunda vez com a proposta de intensificar o policiamento nas ruas e priorizar operações especiais de médio e grande porte. 

Para isso, segundo o delegado-geral, já estão sendo realizadas reuniões com os Distritos Integrados de Polícia (DIP’s) e delegacias especializadas, bem como parcerias com outros órgãos. “Vamos executar operações pontuais de médio e grande porte para combater a criminalidade. Acredito que o start será dado logo na primeira quinzena de fevereiro com essas operações em toda a Capital e Região Metropolitana”, afirmou Mendes. 

Ainda segundo ele, outro compromisso firmado é o aumentar o efetivo das delegacias especializadas, como a de Homicídios e Sequestros (DEHS), cuja demanda é altíssima. O déficit de policias nas delegacias também é uma preocupação do novo delegado geral. 

De acordo com Mendes, um levantamento está sendo feito para identificar qual é a necessidade de novos delegados, escrivães e investigadores e assim, viabilizar um novo concurso para preenchimento de vagas. “Esse levantamento está sendo feito, mas tudo depende de como a economia vai se comportar daqui para frente. Se for possível, podemos sim realizar um concurso ainda neste ano”, afirmou. 

Ao lado de Mendes, o delegado Ivo Henrique Moreira Martins, 44, vai atuar como delegado geral adjunto. Ivo Martins  foi titular no 18º e 30º DIPs) e atualmente estava no comando da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

Blog  - Cleitman Coelho (Sec da Seap)

"Sou militar de formação e vamos prezar pela disciplina. O que for de direito dos presos eles vão receber, o que estiver errado vamos corrigir. Para isso, seguiremos a Lei de Execuções Penais, nada a mais e nada menos. Manter a ordem e a assistência humanizada também serão as prioridades da nova administração. Outro compromisso é inaugurar o novo CDP, até abril. As obras estão avançadas e com essa obra, vamos abrir mais 800 vagas no sistema prisional. Após a inauguração do CDP 2, a cadeia pública Raimundo Vidal Pessoa vai ser definitivamente desativada. Os internos ameaçados foram transferidos para preservar vidas".


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.