Quinta-feira, 21 de Novembro de 2019
Manaus

DRCO prende homem suspeito de homicídio no bairro Tarumã

A equipe de investigação do Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO) prendeu em flagrante, Rodrigo Martins Rubem, o “Tampico”



1.jpg “Tampico” é considerado por testemunhas uma pessoa de alta periculosidade
18/07/2015 às 11:43

A equipe de investigação do Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO) prendeu em flagrante, Rodrigo Martins Rubem, 27, conhecido como “Tampico”, envolvido em homicídio ocorrido na quarta-feira, por volta das 14h30, no bairro Tarumã, Zona Oeste. Rodrigo, que é considerado por testemunhas uma pessoa de alta periculosidade, foi interceptado pelos policiais civis em frente ao Serviço de Pronto Atendimento (SPA) do bairro Alvorada 1, situado na rua Loris Cordovil, Zona Centro-Oeste.  

De acordo com o diretor do DRCO, delegado Rafael Allemand, o infrator estaria envolvido no homicídio do vendedor de carros David Campos da Silva, que tinha 38 anos quando o delito aconteceu. Conforme a autoridade policial, o crime teria sido motivado por conta de uma dívida relacionada à venda de um veículo. “A vítima foi alvejada com três tiros por volta das 14h30, na Avenida Cetur, bairro Tarumã.



No momento da abordagem Rodrigo estava em um veículo modelo Voyage, de cor preta e placas NOS-9997, que foi apreendido”, declarou Allemand. Em depoimento Rodrigo confessou participação no crime. Ele foi autuado em flagrante por homicídio qualificado. Ao término dos procedimentos legais ele será encaminhado à Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, onde ficará à disposição da Justiça.

Quem puder colaborar com informações sobre o possível envolvimento de Rodrigo em outros delitos que aconteceram na cidade, entrar em contato com os investigadores do DRCO pelo número: (92) 3214-2260. A Polícia Civil assegura o sigilo.



Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.