Publicidade
Manaus
Manaus

Duas pessoas são assassinadas em menos de 24h na mesma rua da Compensa, Zona Oeste

A principal suspeita é de que as vítimas tinham alguma relação com o tráfico de drogas, segundo a Polícia Militar 26/01/2015 às 20:37
Show 1
Ambos os crimes serão investigados pela Dehs
Kelly Melo e Fábio Oliveira ---

Em menos de 24h, duas pessoas foram assassinadas na rua Manaus, no bairro Compensa 2, na Zona Oeste. A principal suspeita é de que as vítimas tinham alguma relação com o tráfico de drogas, segundo a Polícia Militar. 

Os policiais da 8ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) informaram que por volta das 13h30, Abner de Lima Soares, 25, foi assassinado com mais de 10 tiros, por dois homens que estavam em uma moto.

Moradores do local não quiseram falar sobre o assunto por medo de represálias, mas a polícia informou que a vítima chegou a ser levada ao SPA Joventina Dias, no entanto, já deu entrada morto.

Um funcionário da unidade reconheceu Abner e avisou uma tia dele, que mora no bairro. Ela reconheceu o corpo do sobrinho, que foi removido para o Instituto Médico Legal (IML).  

Outro crime

Já na noite de domingo, o desempregado Valdenilson Barroso Ferreira, conhecido como “Esquerdinha”, 22, foi executado, com três tiros, após sair de sua casa no Beco Tranquilo, também localizado na rua Manaus.

De acordo com o registro na Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), a vítima foi morta em um acerto de contas oriundo do tráfico de drogas, porém a família não soube confirmar se o assassinato está ligado à dívida de entorpecente.

Ele foi baleado próximo a uma lixeira viciada próxima a sua residência. Os disparos, segundo a DEHS, atingiram o tórax, axila e cabeça da vítima que ainda foi socorrida por familiares e levada até o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), mas já chegou sem vida na unidade de saúde.

Familiares de “Esquerdinha” não quiseram dar detalhes do crime, mas afirmaram que ele era usuário de drogas e que possivelmente teria sido morto por causa de dívida do tráfico. A Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros investiga os dois casos.

Publicidade
Publicidade