Domingo, 26 de Maio de 2019
Manaus

Duas unidades móveis do Centro de Zoonoses são inauguradas na Zona Leste de Manaus

Além da castração, as Unidades irão realizar a implantação de microchips de identificação dos animais e terão um posto fixo de vacinação antirrábica



1.jpg
Para o agendamento do serviço na Unidade Móvel, o responsável pelo animal deverá apresentar documentos pessoais como RG e CPF
14/04/2015 às 10:45

 A Prefeitura de Manaus vai inaugurar nesta terça-feira (14), às 9h30, duas Unidades Móveis do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), iniciando as ações de descentralizando dos serviços de castração de cães e gatos. A cerimônia de inauguração será na rua das Rosas, s/n, bairro Jorge Teixeira I, zona Leste, na sede do Distrito de Saúde Leste (Disa Leste).

Com a inauguração das duas Unidades Móveis, o CCZ vai ampliar em 50% o número de castrações realizadas, passando de 30 para 45 procedimentos diários. Cada Unidade Móvel terá a capacidade de realizar 15 castrações diariamente, e outras 15 continuarão a ser feitas na sede do CCZ, na Compensa, zona Oeste. Uma das Unidades Móveis ficará instalada na própria sede do Disa Leste e a segunda será deslocada para o Complexo Educacional Maria Antonieta Verçosa de Raposo, na rua 16, Riacho Doce III, bairro Cidade Nova, zona Norte. O atendimento deve ocorrer nesses locais por um período de seis meses, atendendo a demanda da população da zona Leste e Norte de Manaus.

O secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto, explica que, além de aumentar o número de castrações, o objetivo é aproximar os serviços do CCZ da população de Manaus e estimular os donos de animais no compromisso da guarda responsável para evitar a procriação indesejada e, consequentemente, o abandono de animais nas ruas. “É uma estratégia que vai beneficiar as pessoas que não podem transportar o seu animal de estimação até a sede do CCZ, localizada na Compensa, permitindo um acesso mais amplo ao serviço e atendendo as áreas mais periféricas da cidade”, ressaltou Homero de Miranda Leão.

De acordo com o diretor do CCZ, Adailton Pereira, foram realizadas 4.649 castrações no ano passado, representando um total de 894 castrações a mais do que em 2013. “Os procedimentos de castração são realizados por médicos veterinários, inscritos no Conselho Regional de Medicina Veterinária, utilizando técnica que proporciona aos animais uma recuperação mais rápida e com menor risco”, informou Adailton Pereira.

As Unidades Móveis estão equipadas com instrumentos cirúrgicos, máquina de tosa, balança, computador e impressora. Além da castração, as Unidades irão realizar a implantação de microchips de identificação dos animais e terão um posto fixo de vacinação antirrábica.

Para o agendamento do serviço na Unidade Móvel, o responsável pelo animal deverá apresentar documentos pessoais como RG e CPF, comprovante de residência, comprovante de vacina antirrábica e apresentar os dados básicos do animal (nascimento, raça, cor da pelagem e tipo de pelo). O animal precisa ter idade acima de três meses e ter boas condições de saúde física. Os mesmos procedimentos são adotados na sede do CCZ. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 3625-2655.

*Com informações da assessoria de comunicação. 



Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.