Publicidade
Manaus
ESTELIONATO

Dupla é presa após usar CNHs de pessoas de outros estados para financiar motos no AM

Criminosos chegaram a financiar oito veículos fraudulentamente e foram presos usando documento para se passar por motorista do Rio de Janeiro 14/03/2019 às 16:40 - Atualizado em 14/03/2019 às 16:41
Show cnh am 8e9bc468 5062 4b3b 988e 0a54182e5b48
Foto: Divulgação
acritica.com Manaus (AM)

A Polícia Civil prendeu, nessa quarta-feira (14), em flagrante João Paulo Magalhães Pereira, 38, e Marcos Freitas dos Santos, 47, por financiamento fraudulento de uma motocicleta que seria revendida pelos infratores em Manaus.

De acordo com o delegado Guilherme Torres, titular da Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (Derfd), a dupla já estava sendo investigada por ter conseguido efetuar o financiamento fraudulento de aproximadamente oito veículos.

Ao longo das diligências, os policiais civis identificaram que Marcos pagava para um elemento, que está sendo procurado pela polícia, para que fossem emitidas Carteiras Nacionais de Habilitação (CNHs) que tinham as informações e fotos adulteradas, para que os infratores se passassem por pessoas de outros Estados e obtivessem aprovação de crédito bancário.

“Recebemos uma denúncia na manhã de quarta-feira, informando que essa dupla iria agir. Encontramos primeiro Marcos, em uma loja de motos situada no bairro Cachoerinha, aguardando a entrega de uma motocicleta que ele havia negociado no estabelecimento por R$ 13 mil. Ou seja, ele já havia feito o financiamento, por meio de uma agência bancária, utilizando uma CNH com o nome de uma pessoa do Rio de Janeiro, que possui crédito suficiente para o financiamento”, explicou Torres.

Conforme o delegado Demetrius Queiroz, adjunto da especializada, em continuidade às diligências, a equipe da delegacia foi até o bairro Centro, onde localizou João. O homem estava esperando a chegada do veículo financiado por Marcos, para que fosse vendido a um outro indivíduo. Dessa forma, o dinheiro seria dividido entre João e Marcos.

A dupla foi autuada em flagrante por estelionato. Ao término dos procedimentos cabíveis na Derfd, João e Marcos serão levados para Audiência de Custódia no Fórum Ministro Henoch da Silva Reis, bairro São Francisco, Zona Sul da capital.

Publicidade
Publicidade